Menino de 9 anos desligou energia de Unidade de Saúde que armazenava 133 doses da CoronaVac em Rio Bananal

A Polícia Civil concluiu que um menino de 9 anos foi
responsável por desligar o relógio que resultou na perda de 133 vacinas da
CoronaVac, em Rio Bananal. As vacinas seriam usadas para aplicar a segunda dose
nos profissionais da linha de frente da Saúde.

O delegado Fabrício Lucindo contou, na manhã desta sexta-feira (19) que o Conselho Tutelar foi acionado para cuidar do caso.

O delegado ainda afirmou que o caso está solucionado. “A Polícia Civil chegou até o autor do desligamento após analisar diversas imagens de câmeras de segurança que ficam localizadas em uma funerária na frente da Unidade de Saúde”, disse Fabrício.

Com informações: Bananal Online

 

Leia mais

Leia também