Menina internada com sinais de violência recebe alta em Colatina

 

Após mais de um mês hospitalizada, a menina que foi internada com sinais de violência em Linhares, Norte do Espírito Santo, teve alta na tarde desta segunda-feira (28). A informação é de Eduardo Dias, da TV Gazeta.

A criança deu entrada no pronto-socorro de Linhares no dia 25 de maio, mas devido a gravidade do caso, foi encaminhada para o Hospital São José, em Colatina, no Noroeste do Espírito Santo. Ela completou seis anos de idade durante a internação.

A criança chegou ao hospital em estado grave, com dentes quebrados, lesões semelhantes a mordidas no quadril e no braço esquerdo e olhos roxos.

Segundo o avô, a menina não está completamente recuperada porque teve muitas lesões na cabeça, não voltou a falar e está com problemas na visão.

O pai e a madrasta estão presos e respondem por lesão corporal grave e tortura. O pai está preso em São Mateus e a madrasta, em Colatina.

A criança morava na Bahia, mas estava há pouco mais de um mês na casa do pai. A investigação apontou que a criança já era agredida há pelo menos 15 dias e que as agressões eram cometidas pela madrasta da menina.

O pai responde pelos mesmos crimes por te sido omisso, segundo o delegado que atua no caso.

Pai e madrasta são presos suspeito de agredir criança em Linhares, ES — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

Pai e madrasta são presos suspeito de agredir criança em Linhares, ES — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

Hospital São José, em Colatina — Foto: Reprodução/ Facebook

Hospital São José, em Colatina — Foto: Reprodução/ Facebook


Leia mais

Leia também