Médicos indianos aposentados serão convocados para enfrentamento da Covid-19


O ministério da Defesa da Índia anunciou neste domingo (09) que cerca de 400 médicos oficiais aposentados do exército indiano serão convocados para atuar na linha de frente de combate à Covid-19, no país que sofre com altos índices de infectados e mortes. Segundo o governo indiano, os regimes de trabalho serão presencial e também através de consultas online.

A pressão pela contratação de novos médicos, pois os que estão na linha de frente têm plantão de até 27 horas, vem aumentando à medida que os números da Covid passam a ficar mais desesperadores. Pelo segundo dia consecutivo neste domingo, a Índia bateu recorde de 4.000 mortes por dia. 

Apesar de alguns estados já estarem, individualmente, realizando o lockdown, a população pressiona o primeiro-ministro Narendra Modi para anunciar um lockdown nacional para conter os números de mortes e contágios da Covid-19 no país. 

As informações são do UOL

 


Leia mais

Leia também