MEC orienta instituições sobre ensino durante pandemia

MEC orienta instituições sobre ensino durante pandemia

Documento sugere que as escolas mantenham um fluxo de atividades escolares não presenciais enquanto durar a situação de emergência
– Foto:
Foto – Prefeitura de Jundiaí

Para orientar instituições de ensino da educação básica e superior sobre as práticas que devem ser adotadas durante a pandemia, o Ministério da Educação (MEC) homologou um conjunto de diretrizes, aprovado pelo Conselho Nacional da Educação (CNE). Vale destacar que a educação básica compreende a educação infantil, o ensino fundamental obrigatório de nove anos e o ensino médio.

O documento publicado nesta semana no Diário Oficial da União, sugere que as escolas mantenham um fluxo de atividades escolares não presenciais enquanto durar a situação de emergência para o cumprimento da carga horária; e busquem alternativas para minimizar a necessidade de reposição presencial de dias letivos após a pandemia. O texto autoriza os sistemas de ensino a computarem atividades não presenciais para o cumprimento da carga horária.

O documento elaborado pelo CNE sugere ainda uma série de atividades não presenciais que podem ser utilizadas pelas redes de ensino durante a pandemia. Videoaulas, plataformas virtuais, redes sociais, programas de televisão e rádio e material didático impresso entregue aos responsáveis são algumas das alternativas possíveis.

Para especialistas, o momento de isolamento social está sendo um desafio para professores e pais. “É um grande desafio para todo mundo. Mas, com certeza, após essa pandemia, vamos sair com grandes aprendizagens. Acredito que a educação não será a mesma após esse momento”, concluiu a pedagoga Xênia Honório.

Confira algumas recomendações por etapas de ensino

 

Educação Infantil

Para a educação infantil, as recomendações para creche e pré-escola, neste momento de pandemia, é que busquem a aproximação virtual dos professores com as famílias para estreitar vínculos; e que as atividades sejam lúdicas, para que as crianças pequenas se desenvolvam brincando.

A pedagoga e pesquisadora dos usos das tecnologias digitais no processo de ensino e aprendizagem, Xênia Honório, falou sobre os desafios das aulas on line na educação infantil.

“Os educadores precisam criar ambientes que sejam os mais lúdicos e diversificados possíveis, para que a criança consiga se envolver com essas aulas. Consigam, realmente, aprender neste tempo que elas passam conectadas. É um desafio para todo mundo, para as crianças, para os educadores e para os pais.”

Ensino Fundamental e Médio

Nos anos iniciais, a recomendação é que as atividades devem ser práticas e estruturadas e não devem exigir que os responsáveis do aluno substituam o trabalho do professor.

Já nos anos finais do Ensino Fundamental e no Ensino Médio, há mais autonomia por parte dos estudantes. Entre as sugestões de atividades, está a distribuição de vídeos educativos.

Ensino Superior e EJA

O CNE sugere que, para a continuidade das atividades de aprendizado no Ensino Superior, as instituições possam disponibilizar atividades não presenciais.

Para a Educação de Jovens e Adultos, a recomendação é que as atividades remotas devem considerar as condições de vida dos estudantes, para haver harmonia na rotina de estudos e de trabalho.

Educação Especial

As atividades pedagógicas não presenciais devem incluir os estudantes com deficiência, transtorno de espectro autista e altas habilidades. E devem envolver parcerias entre profissionais especializados e professores, além de dar orientações e apoios necessários aos responsáveis.

Educação Indígena, do Campo e Quilombola

As escolas poderão ofertar parte das atividades escolares em horário de aulas normais e parte em forma de estudos dirigidos e atividades nas comunidades.

Fim do isolamento

Para repor as aulas ao fim do isolamento social, a diretriz indica utilização de períodos não previstos, como recesso escolar do meio do ano, de sábados, e a reprogramação de períodos de férias. Outras alternativas são a ampliação da jornada escolar diária por meio de acréscimo de horas em um turno ou a utilização do contraturno.

De acordo com o documento, a reorganização dos calendários é de responsabilidade dos sistemas de ensino.

 

Com informações do Ministério da Educação

Leia mais

Governo prorroga prazo para implantação de sistema eletrônico para submissão de receitas agronômicas

Foi publicado, nesta sexta-feira (05), no Diário Oficial do Estado, o Decreto 4.666-R, que prorroga, por...

Boa Esperança confirma nona morte por Covid-19

A prefeitura de Boa Esperança, através da Secretaria...

O TEMPO E A TEMPERATURA: Centro Oeste do país tem tempo aberto e poucas chuvas nesta sexta-feira (27)

Na sexta-feira (27), na Região Centro-Oeste do país parte do clima deve se manter com chuvas em áreas isoladas, como a nebulosidade que aumenta...

Reunião define funcionando do comércio veneciano

Uma reunião, programada para acontecer na primeira quarta-feira,...

Leia também

Jovem fica em estado grave ao bater com motocicleta em poste de energia, em Mantena – MG

Um grave acidente ocorrido na madrugada desta terça-feira (01 de dezembro de 2020), em Mantena – MG deixou uma jovem em estado grave e...

Polícia Militar apreende submetralhadora e revólver em Aracruz

Nessa segunda-feira (30), a Polícia Militar em Aracruz apreendeu uma submetralhadora de fabricação caseira e um revólver calibre 32, prendendo quatro suspeitos. Durante deslocamento pela...

Arma de fogo é encontrada em casa abandonada de Mantena/MG

Na 2ª quinzena deste mês de novembro de 2020 foram realizadas diversas operações nas cidades sob a responsabilidade territorial da 18ª Cia PM Ind....