MEC oferecerá internet gratuita para alunos em situação de vulnerabilidade

MEC oferecerá internet gratuita para alunos em situação de vulnerabilidade

A ideia é destinar internet gratuita a cerca de 400 mil alunos.
– Foto:
Banco de imagens

O Ministério da Educação vai disponibilizar, a partir deste mês, internet gratuita para alunos em situação de vulnerabilidade social de institutos federais e universidades federais. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (1º) pelo secretário-executivo do Ministério da Educação, Antonio Paulo Vogel. “Nós vamos disponibilizar nos próximos dias a internet gratuita para alunos dos institutos federais em situação de vulnerabilidade”, disse. A iniciativa é uma parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações e a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP).

Segundo o secretário-executivo do MEC, os alunos beneficiados são os que possuem renda familiar per capita de até um salário mínimo e meio. A renda mensal familiar por capita é a soma total da renda bruta no mês de todos aqueles que compõem a família, dividida pelo número de seus integrantes.

Num primeiro momento, a ideia é destinar internet gratuita a cerca de 400 mil alunos. A meta é alcançar até 1 milhão em situação de vulnerabilidade. As estimativas mostram que mais de 90% desses estudantes já possuem algum aparelho móvel para acessar a internet; e que, do total, cerca de 40% estão na região Nordeste. “O grande gargalo que temos hoje é o acesso à internet, e não o equipamento em si. Por isso, estamos atacando esse flanco”, disse o secretário.

De acordo com o Ministério da Educação, a ideia é que todo o processo de concessão de internet gratuita seja concluído nos próximos dias, e que a licitação seja aberta já na próxima semana. A expectativa é que a distribuição desses planos de dados moveis para a comunidade beneficiária seja feita até 20 de julho. A Rede Nacional de Ensino e Pesquisa, em conjunto com as universidades, ficarão responsáveis por identificar os alunos a serem atendidos.

Dentro deste programa, a internet não será totalmente livre ao aluno. Cada universidade e instituto deverá definir quais sites e sistemas os estudantes poderão acessar; e a partir de quando. Somente esses endereços eletrônicos estarão disponíveis de forma gratuita. 

“Temos dois modelos. Se o aluno já tiver um plano de internet, ele pode usar o plano dele para acessar; e quando ele acessar esses conteúdos, não lhe será cobrado nada da franquia. E a segunda possibilidade: se ele não tiver planos de dados, ou se o plano dele for muito lento, ele pode optar em adquirir o chip com a própria instituição de ensino; aí ele vai ter acesso a internet desta maneira”, explicou o secretário.

A ideia, neste segundo semestre, é que as universidades e institutos federais oferecem atividades remotas e algumas atividades presenciais, com inclusão social.

“Neste segundo semestre, defendemos o retorno às aulas e entendemos que os institutos federais e as universidades vão ter que compartilhar ensino presencial e ensino à distância, porque o afastamento social seletivo tem que continuar existindo de alguma maneira, mas sem atrapalhar as atividades de educação, que, entendemos, serem fundamentais”, disse Antonio Paulo Vogel.

Leia mais

Saiba quais empresas devem se cadastrar no Consumidor.gov.br

Veja série de Perguntas e Respostas sobre a Portaria nº 15. – Foto: ...

Universidade Federal do Tocantins produz protetores faciais para profissionais da saúde

Protetores serão entregues a profissionais que estão na linha de frente no combate à Covid-19 ...

ES: agência da Caixa é arrombada e fica fechada para atendimento

Quem foi até o local encontrou a unidade interditada e precisou procurar outros pontos de atendimento. A agência da Caixa Econômica Federal localizada no Parque...

Sistema penitenciário recebe mais materiais de proteção contra Covid-19

As doações incluem álcool gel 70%, máscaras cirúrgicas descartáveis e máscaras tipo N95, Foto: Banco de Imagens O Ministério da Justiça e Segurança Pública, por...

Leia também

Sem acesso a crédito, setores de comércio e serviços travam investimentos em SC

A pandemia de covid-19 tem causado forte impacto na vida de quem depende do próprio negócio para sobreviver em Santa Catarina. Em Criciúma, Marilea...

Reinfecção assusta médicos: brasileira recuperada foi novamente contaminada pelo Coronavírus

Um quadro de reinfecção por covid foi identificado em uma profissional de saúde de Ribeirão Preto. Os pesquisadores identificaram a recorrência da doença em...

Suspeito de esfaquear vizinho por causa de som alto é preso em Vitória

Crime ocorreu em junho, no bairro Inhanguetá. Segundo a polícia, ele confessou o crime, mas afirmou que agiu em legítima defesa. Um homem de 30...

Larápios arrombam estabelecimento comercial no centro de Água Doce do Norte

O comerciante Aécio Vieira Ribeiro, proprietário de um hortifrúti no centro de Água Doce do Norte, na manhã de quarta-feira (05/08/2020), quando chegou para...