“Me sinto aliviado após o resultado do exame”, diz Daniel Motos

» O casal, Aline e Daniel, durante viagem à Itália

Cintia Zache / redenoticiaes

O empresário veneciano, Daniel Santos (Daniel Motos), passou por uma situação delicada nos últimos dias. Depois de ter viajado para a Europa com a esposa, Aline Natale, tendo a Itália como um dos destinos, o casal retornou para o Brasil no último dia 26. Já no último dia 09, os dois precisaram ficar em quarentena. “Eu tive febre um dia antes de ir ao postinho de saúde. Estava com infecção urinária e a febre foi por conta disso. Mas como eu tinha viajado para o exterior, os profissionais seguiram o protocolo e decidiram fazer os exames. Fizeram o correto”, diz.

De acordo com Daniel, sua ida ao postinho foi para tomar uma injeção por ter pisado em um prego. Dali em diante, tudo mudou, e ele precisou ficar isolado, mesmo protocolo seguido pela esposa e as três filhas, com idades de três, cinco e nove anos. “É difícil demais. O psicológico fica abalado. O isolamento social causa isso, mas foi preciso. Seguimos as recomendações por sete dias, ficando em casa além do prazo, que eram cinco dias”, fala.

Segundo o empresário, a dificuldade que sentiu, além da falta do convívio social e rotina de trabalho, foi em poder comprar as necessidades básicas do dia a dia, já que eles não podiam sair de casa. “Por isso me solidarizo. Quem estiver de quarentena e precisar de um favor, eu vou à farmácia, supermercado, padaria para quem necessitar. Quero dizer que a solidariedade e o apoio nesse momento são importantes. Passamos dias difíceis. Não foi bom”, conta.

Ao sair o resultado, Daniel conta que já esperava que desse negativo, por não estar sentindo nenhum sintoma, além de um dia de febre, causado pela infecção urinária. “Previa que estaria tudo bem, mas me senti aliviado. Vi que estava tudo normal com a minha família, que estávamos saudáveis”, desabafa.

A Itália foi o primeiro destino de Daniel, que junto com a esposa, local que chegaram no dia 17 de fevereiro, ficando até dia 21. Visita familiar foi o motivo da estadia do casal por lá. Veneza, Pádova e Verona foram os locais onde o casal esteve no País. “Estava tudo normal enquanto estivemos na Itália. As ruas, comércios e pontos turísticos cheios de gente. Tudo começou a mudar depois que sai de lá”, diz.

Daniel e Aline seguiram para a Espanha no dia 21, e por lá, permaneceram em passeios, retornando para o Brasil no dia 26 de fevereiro. “O momento é crítico. Agora, precisamos nos unir e mostrar a solidariedade do povo brasileiro. Vamos seguir as recomendações necessárias e sermos solidários também. É assim que tem que ser”, finaliza.

Leia mais

Majeski sai em defesa da manutenção dos contratos dos professores DTs

A Indicação de Majeski tem como objetivo garantir o vínculo de trabalho a aproximadamente 11.580 professores...

Decon e Procon-ES apreendem 219 botijas de gás em Vila Velha

Uma ação conjunta da Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon),...

Confirmado mais um caso de Coronavírus em Barra de São Francisco

Foi confirmado nesta segunda-feira, 11 de maio de 2020, mais um caso de Coronavírus em Barra de São Francisco. Segundo informações, é mais um profissional...

Seguem obras de construção de quadra esportiva em escola de São Mateus

As obras da quadra da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Ceciliano Abel de...

Leia também

Só no Norte do ES, Polícia e MP identificam 4 mil pessoas que receberam diploma falso

O Ministério Público (MPES) e a Polícia Civil do Espírito Santo estão investigando quadrilhas especializadas na emissão de diplomas falsos no estado. Apenas na região...

Polícia Civil e Ministério Público investigam quadrilhas especializadas em emissão de diplomas falsos no Espírito Santo

O Ministério Público (MPES) e a Polícia Civil do Espírito Santo estão investigando quadrilhas especializadas na emissão de diplomas falsos no estado. Indícios apontam que...

MP e polícia fazem buscas em investigação sobre compra de testes de coronavírus

Operação cumpre mandados também em 7 estados. Suspeita é que material de baixa qualidade que pode dar falso resultado negativo tenha sido adquirido com...