MDR debate papel dos investimentos para o alcance das metas de universalização dos serviços de saneamento básico

Compartilhe

A formação de blocos regionais é um passo fundamental para que as metas de universalização propostas pelo Marco Legal do Saneamento sejam alcançadas até 2033. A afirmação é do secretário nacional de Saneamento do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), Pedro Maranhão. Nesta terça-feira (7), ele participou do Fórum Saneamento 2022, na sede da B3, em São Paulo (SP).

Com a sanção do novo Marco Legal do Saneamento, que completará dois anos em julho, o Governo Federal tem como objetivo alcançar a universalização dos serviços de saneamento básico até 2033, garantindo que 99% da população brasileira tenha acesso à água potável e 90%, ao tratamento e à coleta de esgoto.

“A regionalização é um fator e dá viabilidade para atrairmos investimentos para o saneamento básico. O Marco Legal é uma revolução para o setor. Queremos avançar na universalização. Para isso, precisamos atrair investimentos, sejam eles públicos ou privados. E quanto mais investirmos, mais rápido vamos alcançar as metas de universalização”, destacou.

Um dos pontos previstos pelo Marco Legal do Saneamento diz respeito à prestação regionalizada dos serviços de saneamento básico. É proposto que grupos de cidades ou consórcios intermunicipais sejam formados para a concessão de um ou mais tipos de serviços de saneamento: tratamento e distribuição de água; coleta e tratamento de esgoto; manejo de resíduos sólidos urbanos; e manejo de águas pluviais.

Além disso, Pedro Maranhão reforçou o impacto do saneamento básico em outros setores e na melhoria de qualidade de vida da população.

“Isso tem impacto direto na vida das pessoas. Se estamos investindo mais, estamos gerando oportunidades de emprego, levando mais renda para a população. Além disso, vemos os reflexos diretos na saúde. O Marco Legal do Saneamento também é o maior programa ambiental do mundo”, disse.

Secretário Pedro Maranhão (centro) destacou que a formação de blocos regionais é um passo fundamental para que as metas de universalização propostas pelo Marco Legal do Saneamento sejam alcançadas até 2033Secretário Pedro Maranhão (centro) destacou que a formação de blocos regionais é um passo fundamental para que as metas de universalização propostas pelo Marco Legal do Saneamento sejam alcançadas até 2033

Leia também

Brasil possui R$ 411 bi para financiamento de projetos verdes por meio de bancos públicos

O Brasil possui R$ 411 bilhões disponíveis para financiamento de projetos verdes intermediados por bancos públicos federais. O...

Competição leva 1,8 mil ciclistas às ruas do Rio

Cerca de 1,8 mil ciclistas participam na manhã de hoje (26) do L’Étape Rio, disputa que ocorre no...

Moto fica destruída após pegar fogo na Avenida Guanabara em Nova Venécia

Uma motocicleta pegou fogo na Avenida Guanabara, no início da tarde desta sexta-feira (24), nas proximidades da Vila...

Bandidos furtam 200 Kg de pimenta-do-reino em Nova Venécia

Uma propriedade teve 200 quilos de pimenta-do-reino furtados durante a tarde desta quarta-feira (29), no interior de Nova...

Dia Nacional do Progresso

Esta data é uma homenagem a todos os direitos conquistados ao longo dos anos pelos brasileiros como cidadãos,...

Corinthians abre semana decisiva com mais dúvidas que certezas no meio

SANTOS, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Boca Juniors vai encontrar um Corinthians bastante diferente daquele que aplicou 2 a...