MCTI investirá R$ 9 milhões na produção nacional de vacinas contra a Covid-19

MCTI investirá R$ 9 milhões na produção nacional de vacinas contra a Covid-19

Brasil é referência mundial em vacinação: País é capaz de produzir os próprios imunobiológicos e ainda exporta para mais de 70 países. Foto: Banco de imagens

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e os pesquisadores da RedeVirus MCTI têm apoiado projetos destinados ao desenvolvimento de uma vacina nacional para o combate à Covid-19. Para isso, inicialmente, foram feitas contratações diretas para grupos com excelência em PD&I em vacinas, sendo destinados cerca de R$ 9 milhões para apoio a dois projetos que já apresentam resultados iniciais promissores e se encontram em início da fase pré-clínica.

O ministério reuniu-se na última terça-feira (4) com representantes da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e do Instituto Butantan, juntamente com os coordenadores dos projetos, Ricardo Gazzinelli, do INCT Vacinas, e Jorge Kalil, do INCT Imunologia, para discutir a estratégia para a futura produção das vacinas desenvolvidas em território nacional e apoiadas por pesquisadores da RedeVirus MCTI.

Na reunião, os especialistas apresentaram as tecnologias aplicadas no desenvolvimento das vacinas. Pesquisadores da Fiocruz e do Instituto Butantan explicaram como funcionam as plataformas para a produção de vacinas existentes no país, ressaltando que o Brasil é referência mundial em vacinação. Segundo eles, além do país produzir os próprios imunobiológicos, ainda é capaz de exportar doses para mais de 70 países.

Uma vacina desenvolvida no Brasil atende necessidades próprias da população e é mais fácil de ser produzida em larga escala, para imunização em todo o território nacional. “Provavelmente a população terá que ser imunizada rotineiramente, todo ano, e é importante que tenhamos a capacidade de produzir vacinas para atender essa demanda” explica o pesquisador Jorge Kalil.

O coordenador do INCT Vacinas, Ricardo Gazzinelli ressalta a importância de o país investir na produção local da vacina. “Precisaremos de várias vacinas, principalmente no Brasil que possui uma população numerosa. Ter uma opção eficaz e que pode ser produzida desde o zero no País é algo que fará muita diferença”, afirmou Gazzinelli.

 

 Com informações do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações

Leia mais

Assembleia aprova retorno de militares à ativa

Foi aprovado por 29 votos a favor e...

“O Brasil Conta Comigo” cadastra 500 mil profissionais de saúde para atuarem no combate à Covid-19

Nesta semana, serão definidos os primeiros profissionais da área de saúde dessa ação que seguirão para Manaus e...

Suspeito de matar homem em Guarapari, ES, é preso 12 horas após o crime

Um jovem de 19 anos foi preso em...

Governo do Estado cria ‘Comissão de Análise de Projetos Prioritários de Licenciamento Ambiental’

O Governo do Estado do Espírito Santo criou a “Comissão de Análise de Projetos Prioritários de...

Leia também

Farmácia Básica vai fechar para balanço na tarde desta quinta-feira (26)

A Secretaria Municipal de Saúde de Nova Venécia informa que a Farmácia Básica estará fechada para balanço do estoque de medicamentos nesta quinta-feira (26), das 11h...

Câmara aprova projeto que possibilita carga horária especial no magistério

Por unanimidade, a Câmara de Nova Venécia aprovou, na sessão desta terça-feira dia 24 de novembro, o projeto de Lei 015/2020, de iniciativa do Poder Executivo...