MCTI instala mais um posto para testar medicamento contra a Covid-19

MCTI instala mais um posto para testar medicamento contra a Covid-19

Medicamento reduziu em 94% a carga viral em células infectadas in vitro Foto: EBC

O Governo Federal está recrutando voluntários para os testes clínicos com a nitazoxanida. O medicamento reduziu em 94% a carga viral em células infectadas in vitro. O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcos Pontes, participou da inauguração do posto de atendimento em Ceilândia, no Distrito Federal, onde os interessados podem se voluntariar para a pesquisa. “Com isso, a pessoa se ajuda e ajuda o País como um todo”, disse.

Os voluntários devem ter mais de 18 anos de idade, apresentarem sintomas iniciais de gripe, como febre, tosse e fadiga. Essas pessoas serão testadas para o coronavírus e, em caso positivo, recebem os remédios para tomar em casa. Elas serão acompanhadas durante oito dias pela equipe médica. Depois desse período os voluntários devem retornar para fazer novos exames.

Com isso, será analisada a carga viral do novo coronavírus antes e depois do voluntário tomar o medicamento. Esse é um dos passos para definir se a nitazoxanida pode ser usada no tratamento da Covid-19.

“Essa droga tem se mostrado promissora e a que está mais próxima de ter resultados”, afirmou o ministro Marcos Pontes. “É importante ressaltar que é um protocolo científico internacional, aprovado pelo conselho de ética, completamente dentro dos padrões, de forma que no momento que nós tenhamos esse resultado aprovado pelos nossos cientistas, o resultado vai para a Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária]”, disse.

#500 voluntários

Além da cidade de Ceilândia, a campanha #500Voluntários já instalou postos nas cidades de Bauru, Sorocaba, Barueri, Guarulhos e São Caetano do Sul, em São Paulo, e Juiz de Fora (MG). De acordo com ministério, com a participação de 500 voluntários com Covid-19 os pesquisadores poderão publicar os resultados dos estudos e determinar a eficácia da nitaxozanida no tratamento da doença.

Inteligência artificial

A nitazoxanida foi testada junto com outros 2 mil medicamentos por meio de inteligência artificial pelo Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM). Apenas cinco passaram para a etapa seguinte da pesquisa. Desses cinco, apenas a nitazoxanida foi aprovada para a etapa atual da pesquisa com voluntários.

Leia mais

Procon de Anchieta notifica comércios sobre preços abusivos de álcool em gel e máscaras

O Procon de Anchieta realizou na manhã desta...

Parceria entre Governo e instituições garante restauro de 20 respiradores

O Governo do Estado conseguiu, sem custos para a Administração, o restauro de 20 respiradores pulmonares...

Estado de saúde do prefeito Paulo Márcio é grave; Ele foi intubado e familiares pedem orações

O prefeito de Água Doce do Norte, Paulo Márcio, continua internado em uma UTI do Hospital Maternidade São José, localizado na cidade de Colatina. O...

Arma e drogas são apreendidas e suspeito de tráfico é preso em Mantenópolis

Na tarde desta quarta-feira (03/06/2020) os policiais da 3o CIA, Mantenópolis, receberam uma informação passada pelos militares destacados em Alto Rio Novo – ES,...

Leia também

Richarlison se solidariza e reforma banheiro de veneciano portador de microcefalia

» Guilherme é portador de microcefalia cerebral O jogador veneciano Richarlison, continua mostrando que não é craque apenas dentro de campo. Após tomar conhecimento, através...

Nascimento raro de trigêmeos da raça nelore em fazenda no interior de Nova Venécia

Um dos bezerros morreu após o nascimento Na tarde de ontem, dia 25 de setembro de 2020, um fato raro aconteceu em uma propriedade no...

Município do Espírito Santo tem mais eleitores que habitantes

A biometria também confirma a diferença de moradores em relação ao número de eleitores. A prefeitura informou que não é responsável pelos números Presidente Kennedy...