Marinha capixaba diz que tráfego de embarcações é proibido onde aconteceu acidente com lancha

A Marinha do Brasil, que investiga o acidente com uma lancha na baía de Vitória, disse, em nota, que o tráfego de embarcações não é permitido nas proximidades das instalações do Porto, onde aconteceu a colisão, no sábado (25). Uma universitária de 25 anos morreu e outras três pessoas ficaram feridas.

A Marinha, por intermédio do Comando do 1° Distrito Naval, também informou que a lancha está devidamente regularizada junto à Capitania dos Portos do Espírito Santo (CPES) e possui capacidade para treze pessoas.

Quem pilotava a embarcação era o empresário José Silvino Pinafo, que tem habilitação. A jovem Bruna França Zocca, de 25 anos, que morreu no local, era namorada dele.

A CPES também reforçou que não é permitida a ingestão alcoólica por parte do condutor da embarcação e, como penalidade, ele pode ter o certificado de habilitação suspenso ou cancelado, ser conduzido à autoridade policial, além de outras medidas administrativas, como a apreensão da embarcação.

Mas, de acordo com o advogado de Silvino, Douglas Luz, não houve ingestão de bebida alcoólica por parte de condutor. Em um vídeo gravado horas antes do acidente, Silvino aparece segurando uma garrafa de água.

“Em relação ao uso de álcool, é procedimento inicial do hospital fazer o exame de alcoolemia. A defesa está aguardando isso também. Ontem, eu estive no hospital e tem uma placa dizendo que está suspenso o requerimento dos prontuários médicos. Eu gostaria de trazer a prova técnica, mas devido a essa suspensão, não consegui. Segundo relatos informais de pessoas que estavam na lancha, inclusive do filho dele, não houve ingestão de álcool”, disse.

As causas e responsabilidades do acidente estão sendo apuradas por meio de Inquérito Administrativo específico. O prazo de conclusão é de até 90 dias, podendo ser prorrogado. Fazem parte desse inquérito a realização de perícias na embarcação e oitivas dos envolvidos.

O dono da Marina onde a lancha ficava disse, nesta manhã, que acredita que Silvino estava navegando próximo à margem por uma questão de segurança.

“Quando ele viu a ponte com pouca sinalização ali, pouca luminosidade, acredito que tentou tirar o motor, mas a lancha não passou por debaixo da plataforma. Em 25 anos no meio náutico, nunca vi um acidente dessa magnitude”, disse Fernando Monjardim Júnior.

Lancha que bateu contra píer tem quase dez metros e capacidade para 12 passageiros.

Acidente

Informações da Polícia Militar apontam que, por volta das 18 horas do sábado (25), a lancha na qual sete tripulantes estavam se chocou contra o píer de uma empresa. A estrutura de aço é utilizada para atracação no Porto de Vitória.

Bruna estava na parte da frente no momento do impacto e morreu no local. O corpo dela será sepultado em Itaguaçu, na região Serrana do estado, onde moram os avós da jovem.

Após a colisão, a lancha foi rebocada para as proximidades do Sambão do Povo, a fim de facilitar o socorro dos feridos.

O Corpo de Bombeiros informou, na ocasião, que Silvino e outras duas pessoas foram socorridas e levadas para o Hospital Estadual de Urgência e Emergência. O empresário teve fratura nas costelas e perfuração no pulmão. Todos os feridos já receberam alta.

A Polícia Civil disse que por enquanto não vai abrir investigação, que a responsável pelo caso é a Capitania dos Portos.

 

Leia mais

Governo define orientações para feirantes e produtores na comercialização de hortifrútis

Foto: Khyati Trehan/banco de imagens Produtores e agricultores familiares, sacolões, feiras e comércio varejista devem redobrar os cuidados de...

Sedu propõe ‘Pedagogia de Projetos’ como estratégia metodológica de trabalho

A Secretaria da Educação (Sedu) propôs a “Pedagogia de Projetos” como uma estratégia metodológica de trabalho...

“Se retirarmos competências tributárias dos municípios, será difícil prestar serviços públicos à população”, defende presidente da Abrasf

O Brasil tem uma das cargas tributárias mais altas no mundo. No ano passado, segundo um estudo realizado por especialistas do setor, a carga...

Dani Ferrari entrevista Jesus Lubiana no Dipapo

A próxima edição do programa Dipapo, projeto idealizado pela empresária, Dani Ferrari, juntamente com a Image Produções e a Rede Notícia, vai ao ar...

Leia também

Brasil assina declaração sobre defesa do acesso das mulheres a promoção da saúde

Foto: Reprodução Trinta e um países, incluindo o Brasil, assinaram, em cerimônia virtual, a chamada Declaração de Consenso de Genebra, um documento no qual...

Publicadas regras de flexibilização do programa A Voz do Brasil

Apenas as rádios educativas devem manter o início da transmissão às 19h. A portaria que estabelece as condições, critérios e procedimentos para a flexibilização e...

Arrecadação prevista pelo Governo Federal em 2020 deve ter queda ‘brutal’, avalia IFI

Com a revisão mais recente feita pelo Executivo, a previsão da arrecadação do Governo Federal em 2020 terá uma redução de 12%. Em análise...

Espírito Santo autoriza funcionamento de cerimoniais infantis a partir de 3 de novembro

  O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), anunciou nesta sexta-feira (23) a autorização para o funcionamento de cerimoniais e espaços de recreação infantis...