Majeski volta a cobrar abono para servidores públicos • SiteBarra

Majeski volta a cobrar abono para servidores públicos

Deputado, que já havia apresentado Indicação para concessão de abono e recomposição salarial aos servidores estaduais, voltou a cobrar posicionamento do governo sobre ampliação do benefício concedido ao magistério

O deputado Sergio Majeski (PSB) voltou a cobrar do Governo do Estado uma sinalização sobre a concessão de abono salarial aos servidores públicos estaduais.

A manifestação do parlamentar foi realizada na primeira sessão da Assembleia Legislativa após a promessa do Executivo Estadual em analisar junto ao Tribunal de Conta do Estado (TCE-ES) a possibilidade de estender o bônus salarial do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) dos professores a todos os profissionais da educação.

Majeski ponderou que se o bônus do Fundeb não sair para todos os trabalhadores, então, seria o caso de aproveitar para aprovar o abono em 2021 e apenas em 2022 sancioná-lo, tendo em vista que a Lei Complementar 173, de 20 de maio de 2020, proíbe reajustes salariais este ano.

A proposta está contemplada na Indicação feita pelo deputado, sugerindo abono para todos os servidores públicos. “Se esse dinheiro não pode sair do Fundeb, então o Governo pode propor um abono de final de ano para todo o funcionalismo público, como nós tínhamos sugerido através de uma indicação, com dinheiro vindo do caixa do Estado, do Tesouro”, completou.

Foto: Ellen Campanharo/Ales