Mais de R$ 60 bilhões serão transferidos a estados e municípios por causa da pandemia

49694170986_c265c5bcba_o.jpg.crdownload

Presidente Bolsonaro conversou, por videoconferência, com governadores sobre o repasse a estados e municípios

O Governo Federal repassará a estados e municípios R$ 60,15 bilhões como forma de auxílio financeiro a estados, Distrito Federal e municípios por causa da pandemia do novo coronavírus. A Lei Complementar 173/2020, que estabelece o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus SARS-CoV-2 (Covid-19), foi sancionada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, nesta quarta-feira (27).

“Essa lei é extremamente importante para todos os municípios do Brasil, especialmente neste momento de pandemia, de crise na arrecadação dos entes federados”, disse o presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi. 

De acordo com o Ministério da Economia, a distribuição exata dos recursos para cada ente federado será definida em até dez dias. O valor será repassado em quatro parcelas. Deste total, R$ 50 bilhões (R$ 30 bi para estados e R$ 20 bi para municípios) são para compensar a perda de arrecadação, e R$ 10 bilhões (R$ 7 bi para estados e R$ 3 bi para municípios) para ações de saúde e assistência social.  

Para terem acesso aos recursos, estados e municípios têm prazo de dez dias para desistir de eventuais ações judiciais relacionadas à pandemia movidas contra a União. Além disso, ficam impedidos de aumentar despesas com pessoal e os salários de servidores públicos até o final de 2021. Os servidores públicos federais também deverão ter os salários congelados nesse período. Sem o aumento de despesa pessoal, a previsão é que estados e municípios gerem uma economia de R$ 98,93 bilhões aos cofres públicos; e a União, de R$ 31,57 bilhões. 

O texto, publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira (28), garante recursos no valor de R$ 120,2 bilhões aos entes federativos por meio de repasses diretos e renegociação de dívidas com a União, bancos públicos e organismos internacionais. 

Além do repasse direto aos entes federativos de R$ 60,15 bilhões, a Lei Complementar prevê:

– renegociação da dívida dos entes com a União, no valor de R$ 35,34 bilhões

– renegociação dos pagamentos devidos por estados e municípios a bancos públicos, no valor de R$ 13,98 bilhões

– renegociação de obrigações com organismos multilaterais, no valor de R$ 10,73 bilhões 

“Eu espero que a gente possa ter acesso a esses recursos os mais rápido possível, assim como é importante também a suspensão do pagamento da dívida dos municípios até o final do ano, para que esse valor possa ficar no caixa de cada prefeitura; e o gestor cumprir com suas obrigações  de pagamento de folha de seus colaboradores e fornecedores”, ressaltou o presidente da CNM.

 

 

Leia mais

Ministério da Agricultura divulga portarias com zoneamento de risco climático

O governo federal publicou, na última sexta-feira (21), as portarias com o Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc) para o ano-safra 2020/2021. As portarias...

Mulher cochila ao volante, bate em poste e veículo capota em Camburi, Vitória

Após cochilar ao volante, uma mulher de 30 anos perdeu o controle do veículo que dirigia, bateu em um poste e depois capotou na...

Projeto quer liberar R$ 800 logo após o auxílio emergencial de R$600

O novo Projeto de Lei 2910/2020, que prevê...

Leia também

Nova Venécia em alerta crítico para incêndios florestais

A Defesa Civil de Nova Venécia recebeu um alerta crítico do Instituto Nacional de Pesquisas Especiais (INPE), para incêndios devido a onda de calor...

INDICADORES: São Paulo registra alta no boi gordo nesta terça (29)

A cotação da arroba do boi gordo começou a terça-feira (29) com alta de 0,02% no preço e o produto é negociado a R$...

INDICADORES: Preço do café em queda nesta terça (29)

A saca de 60 quilos do café arábica começou a terça-feira (29) com queda de 1,30% no preço e é vendida a R$ 535,50...

Lançado programa Mineração e Desenvolvimento que vai estimular retomada do País

Palavras do Ministro de Estado de Minas e Energia, Almirante Bento Costa Lima Leite Albuquerque Junior. Foto: Carolina Antunes/PR O Governo Federal lançou, nesta segunda-feira...