Mais de R$ 221 milhões são disponibilizados para atenção a pacientes com obesidade, diabetes e hipertensão

Mais de R$ 221 milhões são disponibilizados para atenção a pacientes com obesidade, diabetes e hipertensão

O objetivo é fortalecer o atendimento na Atenção Primária em Saúde (APS) Foto: Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde destinou mais de R$ 221 milhões para aumentar os cuidados e o atendimento precoce às pessoas com doenças crônicas não transmissíveis (DCNTs) no Sistema Único de Saúde (SUS) durante o combate à Covid-19. A medida foi publicada na Portaria Nº 2.994, no Diário Oficial da União (DOU).

O objetivo é fortalecer o atendimento na Atenção Primária em Saúde (APS) para pacientes com diabetes mellitus, hipertensão arterial sistêmica e obesidade, por meio da identificação e do cadastro desses usuários, da priorização na assistência terapêutica e da promoção da saúde nas comunidades. Para isso, o Ministério da Saúde elaborou documentos que orientam gestores e profissionais de saúde na organização do cuidado a esses pacientes.

“O momento atual nos colocou diante de grandes desafios, incluindo a incidência do aumento de mortes diante de pacientes crônicos. Momentos assim demandam criatividade e ações para superação de antigos obstáculos, e é isso que buscamos com a portaria, que vem induzir e fortalecer a atenção precoce a essas pessoas na Atenção Primária”, afirma o secretário de Atenção Primária à Saúde, Raphael Parente.

Os recursos também são voltados para prevenção da transmissão do coronavírus e priorização do atendimento para esses pacientes, por conta do risco maior de agravamento de sintomas da doença e do aumento das chances de complicações.

Segundo a diretora do Departamento de Promoção à Saúde, Juliana Rezende, os recursos devem ser utilizados para ações que aumentem a adesão ao tratamento neste período, levando em consideração a organização local, vulnerabilidades sociais, estratificação de riscos e recursos logísticos disponíveis. “Isso ajudará a reduzir as chances de desfechos clínicos desfavoráveis e garantir a estabilidade clínica dessas pessoas”, destaca Juliana.

Com informações do Ministério da Saúde

Leia mais

MG: Minas Consciente libera regiões para onda verde e municípios podem retomar atividades na pandemia

O Comitê Extraordinário Covid-19 liberou a macrorregião de Saúde Norte e 16 microrregiões no estado para avançarem para a onda verde do plano Minas...

Brasil: mãe compra galo e galinha para filho autista e é denunciada por vizinhos,

Segundo a mãe da criança, animais ajudam a acalmar o filho; prefeitura notificou a família após denúncias e com base em lei municipal, que...

Ministério do Turismo vai investir R$ 2,7 milhões no Mercado Municipal de Parintins

O Mercado Municipal de Parintins foi inaugurado em 1937 e oferece aos moradores e turistas produtos regionais ...

Angry Birds 2 garante risadas e traz reflexão sobre temas atuais

A guerra entre o pássaro Red e o porquinho verde Leonardo ganha uma trégua do segundo filme de Angry Birds, filme derivado de um...

Leia também

Sortudo! Apostador capixaba leva prêmio de R$ 1,6 milhão na Lotofácil

O fim de semana começou muito mais feliz...

Mantenópolis volta para o vermelho no Mapa de Risco para a Covid-19

O Governo do Espírito Santo anunciou nesta sexta-feira (4) o 34º mapa de risco da Covid-19, que terá vigência entre a próxima segunda-feira (7)...

Jovem de Nova Venécia que venceu cinco cânceres morre aos 22 anos

A jovem digital influencer veneciana, Anna Luiza Nicolau Evangelista, de 22 anos, morreu na manhã deste sábado (05), no Hospital Meridional, em São Mateus. Segundo Ancilia Nicolau,...

Alerta de tempestade, chuva forte e granizo para 18 cidades do ES

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) estendeu...