Mais de 30 mil placas falsas de sinalização de perigo são apreendidas no Espírito Santo

Compartilhe

Mais de 30 mil placas de sinalização de perigo irregulares foram retiradas de circulação do mercado capixaba nesta quinta-feira (28). Os produtos eram vendidos em cinco lojas espalhadas por Vitória e Vila Velha, na Região Metropolitana. A informação é de João Brito, da TV Gazeta.

As placas apreendidas são as de orientações em situações como em caso de incêndio. O produto falsificado ficava aceso pela metade do tempo se comparado a uma placa original, o que podia dificultar a situação pessoas durante acidentes ou tragédias.

“Essas são placas que a gente vê em shoppings, escadas, saídas de incêndio… Elas são usadas em situação de risco, ou seja, uma forma de cobrir situação de luminosidade baixa. Elas acendem igual coletes fluorescentes”, afirmou o titular da Delegacia Especializada da Defesa do Consumidor (Decon), Gustavo Passamani.

Para enganar a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e conseguir certificação para as vendas, os suspeitos passavam placas originais para o teste realizado fora do Espírito Santo, mas comercializavam os produtos falsificados no estado.

Os produtos comercializados são produzidos em uma fábrica no Rio Grande do Sul. De acordo com o delegado, os proprietários disseram que atuavam apenas como revendedores, apesar de a polícia ter encontrado indícios de que os estabelecimentos possuíam locais para fabricação.

“Quando apreendemos o lote suspeito vimos que eles fabricavam essas placas, era uma fabricação artesanal. Verificamos que a fábrica poderia mandar o produto, e ele ser falsificado aqui”, disse Passamani.

Com a fraude, os comerciantes conseguiam reduzir os custos de produção sem abaixar o preço ofertado aos clientes.

Placas falsificadas eram vendidas em cinco lojas espalhadas por Vitória e Vila Velha — Foto: Divulgação/PCES

Placas falsificadas eram vendidas em cinco lojas espalhadas por Vitória e Vila Velha — Foto: Divulgação/PCES

A fábrica gaúcha, porém, também será investigada pela polícia capixaba para saber se havia conhecimento da prática fraudulenta realizada no estado.

Para retirar de circulação placas já vendidas, a Polícia Civil capixaba solicitou à fábrica no Rio Grande do Sul as informações dos lotes repassados ao Espírito Santo.

A expectativa é localizar os consumidores que foram lesados e retirar o produto que já pode ter sido instalado.

Segundo o delegado, as lojas que realizaram as vendas irregulares estavam no início de operação, e por isso as vendas realizadas não ocorreram em grande quantidade.

Os representantes da empresa e dos pontos de revenda serão investigados por induzir o consumidor ao erro, com pena prevista de 2 a 5 anos.

“Como dependemos de análise laboratorial, não podemos fazer prisão em flagrante”, concluiu o delegado.

Leia também

Soldado da Polícia Militar é preso suspeito de matar homem em distribuidora de bebidas no Espírito Santo

    Investigação, que levou à prisão do soldado da PM, foi feita pela DHPP da Serra, ES — Foto:...

Cenad completa dez anos de operação com avanços na emissão de alertas para prevenção de desastres

O Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), completa dez anos de operação ininterrupta nesta segunda-feira...

Incêndio de grandes proporções atinge área de vegetação em Vitória

    Incêndio de grandes proporções atinge área de vegetação em Vitória — Foto: Notaer/Divulgação Um incêndio de grandes proporções atingiu...

Lote 1: fotos do show de Michel Teló no 1º Leilão Solidário de Barra de São Francisco

Aconteceu neste sábado, 6 de agosto de 2022, o 1º Leilão Soldiário de Barra de São Francisco. O...

Prefeitura entrega reforma do Posto de Saúde do Córrego do Itá/Passabem nesta sexta, 12

Foi entregue na manhã desta sexta-feira, 12, o novo Posto de Saúde Adalberto Oscar Kaiser, no córrego do...

Entenda o significado de termos usados em época de eleição

As convenções partidárias, que poderiam ser realizadas até a última sexta-feira (5), formalizaram candidaturas às eleições deste ano,...

Forró da terceira idade faz a alegria dos idosos francisquenses

A Prefeitura de Barra de São Francisco promoveu na tarde do domingo, 7 de agosto, a segunda edição...

Técnicas da Secretaria de Educação participam de Encontro Estadual do Livro Didático

  A Prefeitura de Nova Venécia, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Seme), foi representada por seus técnicos...