Mais de 2 mil estabelecimentos são advertidos por não fecharem as portas no ES

decreto de fechamento total, que está em vigor desde a última quinta-feira (18) no Espírito Santo, dispõe regras para o funcionamento de todo o tipo de estabelecimentos. Bares e restaurantes, por exemplo, só podem funcionar no serviço de delivery. Já os supermercados e padarias, não podem abrir aos domingos.

Diante das regras, o Centro de Comando e Controle Covid-19 do Espírito Santo realiza, desde quinta-feira, fiscalizações em bares, restaurantes, comércio, supermercados, locais de cultos, praias, praças, parques, entre outros. Desde o início da operação, um total de 2.143 estabelecimentos foram advertidos verbalmente, notificados ou interditados de forma temporária.

Foram 1.909 advertências verbais aplicadas, sendo 407 somente no domingo (21). No total, 233 estabelecimentos foram notificados em todo o Espírito Santo, sendo a maior parte na Grande Vitória e no sul do estado. Em Dores do Rio Preto, um bar foi interditado temporariamente. Até o momento, não houve cassação de licença ou alvará, autuação ou multa e nem prisões registradas.

Na Grande Vitória, foram 180 estabelecimentos advertidos de forma verbal no domingo (21). No sul, foram 100 estabelecimentos; na região noroeste foram 81; na parte serrana do Espírito Santo, foram 29 advertências do tipo. Já na região norte, foram 17. O número de notificações realizadas foi de 25 na Grande Vitória, 10 na região norte, 4 no noroeste e no sul do Estado.

As fiscalizações são realizadas pelos efetivos da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Guardas municipais, Procon Estadual, Vigilância Sanitária Estadual e municipal e agentes de postura municipais. Mais de 2.300 agentes de todos os órgãos trabalham na fiscalização em todo o Espírito Santo.

Informações: Folha Vitória

Leia mais

Leia também