Mais 300 mil vacinas da Janssen são antecipadas e chegam ao Brasil

A campanha de vacinação contra a Covid-19 ganhou o reforço de 300 mil unidades da Janssen/Johnson&Johnson nesta quinta-feira (24). Com aplicação de dose única, os imunizantes foram antecipados pelo Ministério da Saúde.

As unidades se unem a 1,5 milhão de doses da farmacêutica recebidas pela pasta nessa terça-feira (22). “Essas vacinas fazem parte do esforço que estamos realizando para garantir a imunização da população brasileira. Até setembro, 160 milhões de brasileiros devem receber uma dose de esperança no braço”, afirmou o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

Com remessa de 1,5 milhão da Janssen, Saúde já antecipou mais de 16 milhões de doses de vacinas covid-19.

As vacinas são parte de um contrato para 38 milhões de doses entre o Governo Federal e a Janssen. A previsão inicial era de que os imunizantes fossem entregues a partir de outubro deste ano para o Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde.

Até agora, o Ministério da Saúde já distribuiu mais de 128 milhões de doses de vacinas covid-19 dos laboratórios contratados. Mais de 91,5 milhões de doses já foram aplicadas, sendo que quase 42% da população-alvo de 160 milhões de brasileiros já recebeu a primeira dose da vacina. São mais de 67 milhões de brasileiros com essa etapa do ciclo vacinal já concluída.

Fiocruz

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) reforçará a produção de vacinas covid-19 com a chegada de Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) suficiente para a fabricação de 6 milhões de doses. Uma nova remessa do insumo chegou ao Brasil na noite dessa quarta-feira (23) e garante entregas semanais ao Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde, até 23 de julho.

O imunizante AstraZeneca/Fiocruz, produzido pela fundação vinculada ao Ministério da Saúde, é o mais distribuído pela pasta para os estados brasileiros. No total, já foram entregues 58,8 milhões de unidades, sendo 54,8 milhões produzidas pelo Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz), no Rio de Janeiro (RJ), com IFA importado, e 4 milhões de doses que chegaram do Instituto Serum, da Índia, prontas.

A Fiocruz possui capacidade de produção superior à de disponibilização de IFA e, por isso, negocia o adiantamento das próximas remessas para a continuidade das entregas de vacinas covid-19.

Em 1º de junho, a Fiocruz e o laboratório AstraZeneca assinaram o acordo de transferência de tecnologia. A iniciativa possibilitará a produção de vacina com IFA nacional a partir de outubro.

Pfizer

O Ministério da Saúde recebe mais um lote de vacinas covid-19 produzidas pela Pfizer/BioNTech. No total, 936 mil doses chegam ao aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), na noite desta quinta-feira (24). As vacinas devem ser distribuídas para estados e Distrito Federal nos próximos dias.

Esse é o segundo lote a ser entregue pela farmacêutica Pfizer ao ministério nesta semana. Na terça-feira (22), a pasta recebeu 529 mil doses e outro voo está previsto para o próximo domingo (27). Em junho, a previsão é de que o laboratório entregue 12 milhões de doses.

Mais 300 mil vacinas da Janssen são antecipadas e chegam ao Brasil

O Governo Federal já distribuiu mais de 128 milhões de doses de vacinas covid-19 Foto: Ministério da Saúde