MAES reabre com exposição Vix Estórias Capixabas na próxima quinta-feira (03)

Após quatro anos de reforma arquitetônica, o Museu de Arte do Espírito Santo Dionísio Del Santo (MAES) reabre as portas renovado para o público capixaba, a partir da próxima quinta-feira (03). Para a reabertura, o grande destaque ficará por conta da exposição “Vix Estórias Capixabas”, que trará obras de 23 artistas locais, nacionais e internacionais contemporâneos e que se relacionam com as obras de Eupídio Malaquias (1919-1999) e Dionísio Del Santo (1925-1999) – esse último artista, inclusive, dá nome ao museu. 

 Na quinta-feira (03), haverá uma solenidade de abertura, às 16 horas, com a presença do governador do Estado, Renato Casagrande, e do secretário de Estado da Cultura, Fabricio Noronha. O evento irá respeitar todos os protocolos sanitários e de distanciamento social, por conta do novo Coronavírus (Covid-19). Já as visitas, abertas de 04 de novembro até 03 de março de 2021, poderão ser feitas de forma presencial e também seguindo as medidas sanitárias obrigatórias, presentes na Portaria nº 100-R, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

 De acordo com o secretário de Estado da Cultura, Fabrício Noronha, “a proposta para o museu reaberto é uma maior integração com o Centro da cidade, seus moradores e fazedores da cultura, a partir da arte e para além dela. A exposição Vix celebra os 22 anos do Maes e vai contar com uma reunião muito interessante de artistas e um extenso programa de arte-educação, ampliando, assim, o alcance do conceito e dos debates da mostra”, destaca.

 Segundo a diretora do Maes, Ana Luiza Bringuente, após uma série de reformas que levaram o período de quatro anos, o local recebeu obras de acessibilidade, adequação da Reserva Técnica, ampliou área expositiva e criou espaços de convivência que se somam às exposições e ações educativas.

 “O museu passou por uma reestruturação no espaço expositivo, na reserva técnica onde fica acomodado o seu acervo. Esperamos que o Maes proporcione o estímulo à pesquisa, sem contar as ações dos projetos educativos que contemplem toda a sua diversidade, pois é um patrimônio feito para ser revisitado. A expectativa é que as ações do museu cheguem a todas as camadas sociais e que sociedade saiba que o museu pertença a elas. Temos o entendimento que a arte tem de ser para todos”, afirmou Ana Luiza Bringuente.

 Outro destaque após a reforma arquitetônica é a abertura de novas janelas ao redor do segundo andar e a abertura de uma claraboia envidraçada, situada na parte superior do museu, que permite a iluminação natural ao espaço expositivo e o torna permeável à paisagem do Centro.

 Exposição coletiva “Vix Estórias Capixabas”

 Numa mescla entre o contemporâneo e o tradicional, ressaltando a história da cidade e do museu, a exposição coletiva “Vix Estórias Capixabas” foi elaborada a partir de obras de dois artistas capixabas presentes no acervo do museu – o serígrafo Dionísio Del Santo, que dá nome ao museu, e o pintor Eupídio Malaquias –, e que estarão reunidas com propostas artísticas de mais 23 artistas contemporâneos locais e de outros Estados. 

 Para Ana Luiza Bringuente, “é uma grande honra saber que vamos utilizar parte do conceito de dois artistas que não estão mais vivos, Eupídio e Dionísio Del Santo, e que estabelecem relações com um grupo enorme de artistas contemporâneos, que fazem parte do nosso acervo, ou seja, que é patrimônio do nosso Estado. É com ele que a gente está dialogando e isso é muito importante em ser dito”, acrescenta. 

 A mostra tem curadoria artística do pesquisador e historiador da arte Júlio Martins. De acordo com o texto do curador presente no catálogo da exposição, “a VIX Estórias Capixabas reinaugura o MAES e celebra 22 anos do museu, com reflexões acerca da historiografia da arte local, aspirando revisões, reescritas inclusivas, visibilidade e inserção nas narrativas de alcance nacional”.

 Formato on-line

 A exposição vai contar com uma vasta programação on-line, como ações de formação de professores, palestras e ciclo de encontros com artistas e pesquisadores, por via das redes sociais e ferramentas de videochamadas, com a criação de salas de conferência para os participantes. Haverá também um vídeo que apresentará, virtualmente, a exposição em que a Secretaria da Cultura (Secult) e o MAES irão transmitir em suas redes sociais, e pela TV Educativa (TVE), alcançando inclusive a TV aberta.

 De acordo com a diretora do MAES, será utilizado todas as redes sociais e canais de retransmissão para a ampla divulgação deste material, sem contar que todo esse conteúdo ficará disponível posteriormente para pesquisas futuras.

 “O Maes é um espaço cultural do Estado que, de alguma maneira, tem que prover formas para alcançar todas as camadas sociais, nas mais diversas regiões do Estado, e a gente precisa pensar em todas as medidas alternativas de alcance. Por isso, a internet cumpre esse papel de forma parcial e vamos investir nesse formato igualmente para o registro como legado para estudantes e pesquisadores da arte. Sobre a parceria pela TVE, a nossa expectativa é que a transmissão do vídeo pela TV aberta chegue a um número maior de pessoas”, enfatiza Ana Luiza Bringuente.

 Visitação presencial

 Em virtude da pandemia e visando à segurança de todos, do público e das pessoas que trabalham no Museu, as visitas presenciais poderão ser agendadas de modo prévio pela internet pelo e-mail maes.educativo@gmail.com. Mais informações pelo telefone (27) 3132-8393.

 Para grupos de visitantes espontâneos, de até cinco pessoas, não será necessário o agendamento prévio em uma agenda pelos períodos da manhã e da tarde. Para grupos entre cinco e dez pessoas, o agendamento prévio é obrigatório e será confirmado por e-mail pela equipe do museu. Ambas as visitas deverão ser feitas reunindo, no máximo, dez pessoas e divididas internamente em dois grupos de cinco. Para entrar no MAES, será obrigatória a utilização de máscara e álcool em gel. 

 

Regras e recomendações para visitação de grupos

 – Para entrar no MAES, será obrigatória a utilização de máscara e será disponibilizado álcool em gel para os visitantes;

 – Serão atendido grupos de até 10 pessoas;

 – Grupo de pessoas podem fazer o agendamento prévio pelo email maes.educativo@gmail.com, e podem tirar dúvidas pelo telefone (27) 3132-8393

 – Reiterando que os grupos reunidos de 10 pessoas serão divididos em dois grupos de 05 para serem atendidos por dois educadores, que vão atuar no espaço;

  – O museu terá um funcionamento reduzido de 10h às 16h, de terça a sexta, e, sábados e domingo, de 12h às 16h, por conta da pandemia, com horários que podem ser redefinidos após o fim do decreto que normatiza as medidas sanitárias obrigatórias.

 

Saiba mais sobre a reforma

 Para aperfeiçoar o espaço disponível do MAES e de adequá-lo às normas de acessibilidade, foi elaborado no ano de 2016 um projeto de reforma, que propõe garantir acessibilidade motora e adequação da Reserva Técnica, conforme padrões museológicos internacionais; ampliar a área expositiva permitindo uma maior flexibilização do espaço para comportar propostas diversas de exposições, além de criar espaços de convivência que se somam às exposições e ações educativas.

 A proposta previu a abertura das janelas do museu para a cidade, considerando parte do projeto de implantação do museu, desenvolvido por Paulo Herkenhoff, em 1995. O projeto teve um investimento de R$ 2 milhões. Sobre acessibilidade, o projeto previu também soluções para portadores de necessidades especiais, como banheiros, elevador e sinalização adequada, além de mobiliário adequado para a guarda do acervo, hoje com, aproximadamente, 600 obras.  

 

Serviço:

Reabertura do Museu de Arte do Espírito Santo Dionísio Del Santo (MAES) + Exposição “Vix Estórias Capixabas”.

Abertura: 03 de dezembro, quinta-feira, às 16 horas.

Visitação: 04 de dezembro, sexta-feira, até o dia 03 março de 2021, quarta-feira.

Agendamento de grupos de até 10 pessoas pelo e-mail maes.educativo@gmail.com

Museu de Arte do Espírito Santo Dionísio Del Santo,
Local: Avenida Jerônimo Monteiro, 557, Centro, Vitória.
Telefone para informações (27) 3132 8393.

 

Funcionamento:

Segunda-feira a sexta-feira: das 10h às 16h

Sábados: das 12h às 16h

Domingos e feriados: das 12h às 16h.

 

Artistas presentes na exposição

Além das obras Eupídio Malaquias e Dionísio Del Santo, a exposição vai contar com as obras de Aýla Lourenço, Castiel Vitorino, Cinthia Marcelle, Cristiano Lenhardt, Elisa Queiroz, Fabio Morais, Felipe Barbosa, Gabriel Borem,  Gui Castor,  Hilal Sami Hilal, Julio Tigre, Kevin Simón, Manuel Carvalho, Marcone Moreira, Maurício Salgueiro, MV, Pablo Lobato, Paulo Climachauska, Rafael Pagatini,  Rick Rodrigues, Rosana Paste, Rosindo Torres e Rubiane Maia.

 

Leia mais

Leia também