Maduro exige que EUA liberem fundos pagos pela Venezuela para compra de vacinas


Sputnik – Nesta sexta-feira (11), o presidente venezuelano Nicolás Maduro exigiu ao líder dos EUA, Joe Biden, que desbloqueie os fundos que Caracas pagou para adquirir vacinas contra Covid-19 através do sistema Covax. 

“Exijo ao governo de Joe Biden que desbloqueie o dinheiro da Venezuela, que desbloqueie as vacinas da Venezuela”, disse Maduro, afirmando que o governo de Washington pretende prejudicar seu país através de um “bloqueio criminoso”, impedindo a compra de vacinas para imunizar a população de forma maciça, informa o portal Telesurtv.net. 

As declarações de Maduro ocorrem na sequência da denúncia do seu governo sobre o congelamento de fundos pagos pelo país sul-americano ao mecanismo da Covax. A quantia retida pelo banco suíço UBS está “sob investigação” e ultrapassa os US$ 10 milhões (R$ 50,8 milhões).

O presidente venezuelano frisou que, embora existam diferenças ideológicas com os EUA, sempre deve prevalecer o caráter humanitário, razão pela qual pediu a cessação da “perseguição” e bloqueio imposto aos venezuelanos, especialmente dos meios destinados ao combate à pandemia. 

Maduro disse ainda que, com as vacinas que o Covax fornecerá a seu país, Venezuela poderá imunizar pelo menos 70% de sua população antes do último trimestre deste ano.

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais: 

 

Nicolás Maduro

Nicolás Maduro (Foto: Paulo Emílio)