Luiz Durão, Madureira, Freitas e Neucimar voltam a ser deputados em 2021

A partir de 2021, os três primeiros retornam à Assembleia Legislativa e Neucimar vai para a Câmara Federal

Durão, Freitas, Madureira e Neucimar

Além das mudanças nas prefeituras capixabas, as eleições municipais vão fazer a famosa dança das cadeiras na Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales) e também na Câmara dos Deputados.

Com isso, quatro figuras conhecidas na política capixaba voltam a ser deputados: Marcos Madureira, Luiz Durão, José Eustáquio Freitas e Neucimar Fraga. Este último, vai atuar como deputado federal.

Isso acontece porque 11 deputados estaduais se candidataram a prefeito em alguns municípios, neste ano, fazendo com que a cadeira na Assembleia ficasse vaga, caso ganhassem a eleição. Dessa lista, apenas Enivaldo dos Anjos (PSD), conseguiu ser eleito prefeito (em Barra de São Francisco, no Norte do Estado) no primeiro turno.

Com o resultado, a cadeira dele na Ales vai pertencer ao primeiro suplente de sua coligação o ex-deputado Luiz Durão (PDT), a partir de 2021.

Outros dois deputados estaduais venceram a disputa no segundo turno neste domingo (29) e abriram espaço na Assembleia Legislativa: Lorenzo Pazolini (Republicanos), em Vitória, e Euclerio Sampaio (DEM), em Cariacica.

Como Pazolini venceu a eleição contra o petista João Coser com 58,50% dos votos, quem vai ocupar sua vaga em 2021 é o primeiro suplente da coligação; o ex-deputado estadual e ex-conselheiro do Tribunal de Contas do Estado Marcos Madureira (PRP).

Já no lugar de Euclério, que venceu em Cariacica com 58,69% dos votos válidos, quem ocupa a cadeira na Assembleia é o primeiro suplente da coligação: o ex-deputado estadual José Eustáquio Freitas (PSB).

Para Brasília, a mudança vai ser por conta da vitória de Sérgio Vidigal (PDT) na Serra. Seu suplente na Câmara Federal é Neucimar Fraga (PSD), que volta a atuar como deputado federal. Ele já foi prefeito de Vila Velha.

Fonte: Tribuna Online

Leia mais

Leia também