Litoral do Espírito Santo se transforma em berçário de baleias jubarte

Em águas capixabas, baleias jubarte e seus filhotes nadam juntos, dando um show de harmonia. Assim como em todos os anos, isso acontece porque a espécie sai da Antártica à procura de águas mais quentes para a reprodução. Tanto o acasalamento quanto o nascimento dos filhotes acontece no litoral brasileiro, contribuindo para que o Espírito Santo funcione como uma espécie de berçário para os pequenos gigantes e seja palco para um espetáculo da natureza. A reportagem é de Roger Santana, do G1 ES.

Por causa desse ciclo de reprodução, pode-se dizer que as jubarte são brasileiras. De julho a novembro, mais de 20 mil passam por aqui e cerca de mil filhotes nascem em águas capixabas.

Por isso, é comum que pesquisadores do Espírito Santo presenciem fêmea e filhote nadando lado a lado. É assim que a mãe ensina os primeiros movimentos, a forma segura de nadar e de dar os primeiros saltos.

Jubarte nada ao lado do filhote no litoral do ES — Foto: Fabrício Faria Lima
Jubarte nada ao lado do filhote no litoral do ES — Foto: Fabrício Faria Lima

No mar, eles tentam repetir os movimentos, ainda que desajeitados. Essa aproximação pode ser comparada ao colo que a mãe dá para um filho.

“A mãe tem um cuidado bem próximo do filhote. Às vezes, ele se aproxima da embarcação, mas ela tenta mantê-lo distante. É um comportamento protetivo. E a gente também observa que é um momento de amamentação. É o único da espécie que se alimenta aqui, o filhote”, explicou o oceanógrafo Paulo Rodrigues.

A concentração de jubarte é maior no extremo Sul da Bahia e no Norte do Espírito Santo, na plataforma de Abrolhos. Mas, aos poucos, elas estão retomando seu espaço.

Já há aparição das jubarte desde o Rio Grande do Norte até o litoral de São Paulo. Nas últimas décadas, a população aumentou 10% a cada ano.

“A gente teve uma história de crescimento da população após o período de caça. Existiam menos de mil baleias, essa população se recuperou. A cada ano, foi ficando maior o número de encalhes, muito devido à recuperação da população”, disse Rodrigues.

Baleias jubarte procuram as águas mais quentes do litoral brasileiro para a reprodução — Foto: Reprodução/TV Gazeta
Baleias jubarte procuram as águas mais quentes do litoral brasileiro para a reprodução — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Além disso, a pandemia e, consequentemente, a queda na movimentação das embarcações, também têm contribuído com a preservação da espécie.

“Em relação à pandemia, tivemos redução das embarcações, então os ambientes estão mais propícios, mais saudáveis, com menos ruídos, um ambiente mais harmonioso”, explicou o oceanógrafo.

Jubarte dando salto no litoral do ES — Foto: Reprodução/TV Gazeta
Jubarte dando salto no litoral do ES — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Agora, os estudos também se voltam para o motivo dos encalhes, já que preservar a vida das baleias garante o equilíbrio ecológico no oceano e a manutenção do ciclo de reprodução da espécie.

Este ano, 48 jubarte encalharam nas praias brasileiras. A maioria dos encalhes é de filhotes, que às vezes nascem fracos ou doentes. Entretanto, há outras causas, conforme explica o especialista.

“Podem ser causados pela rede de pesca, pelo atropelamento. A gente sempre estuda isso, e os estudos podem indicar a causa e a gente atua para reduzir essas ameaças”, disse Rodrigues.

De acordo com o Projeto Baleia Jubarte, este ano já foram 15 encalhes no nosso litoral, é o maior número do país. Seguido do litoral baiano, com 13 encalhes.

Caso alguém encontre algum animal encalhado, entre em contato com o projeto ou com a Secretaria de Meio Ambiente do município.

Filhote aprende a nadar de forma segura ao lado da mãe — Foto: Reprodução/TV Gazeta
Filhote aprende a nadar de forma segura ao lado da mãe — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Leia mais

Caixa anuncia calendário de novos saques do FGTS

O presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Pedro Guimarães, anunciou neste sábado (13) que as liberações emergenciais do FGTS começarão no dia 29 de junho. Essa data...

Paulo Guedes participa de sessão mista do Congresso nessa terça (1º)

O ministro da Economia, Paulo Guedes, participa, nessa terça-feira (1º), de audiência pública do Congresso Nacional para prestar informações sobre as últimas medidas do...

Prefeitura interrompe festa de aniversário em mansão de Guarapari, ES, após denúncia

GEDSC DIGITAL CAMERA Em meio à pandemia do novo...

Inscrições para o Enem 2020 terão início no dia 11 de maio

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 terão início no dia 11...

Leia também

Eleições Municipais terão plano de segurança sanitária

A pouco menos de um mês para a realização do primeiro turno das Eleições Municipais, um dos desafios que se apresentam é garantir a...

Mapa revela que municípios com alta produção agrícola impactam no PIB local

Um estudo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) revela que municípios com maior valor da produção agrícola do país têm, em média,...

Projeto de Lei que parcela dívidas tributárias federais pode ajudar contribuintes catarinenses

Responsável por um a cada três empregos formais em Santa Catarina, o segmento industrial do estado aguarda a aprovação do Projeto de Lei 2735/2020,...

Congresso discute ações de combate aos incêndios no Pantanal

Deputados federais e senadores à frente da Comissão Temporária Externa que discute os incêndios no Pantanal elaboram um estatuto do bioma. O documento conterá...