Leis estaduais não podem alterar termos dos contratos de concessões federais e municipais

O Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou que sua jurisprudência prevalece sobre a impossibilidade de modificação, por legislação estadual, dos termos dos contratos de concessão de serviço público quando o poder concedente for a União ou município. O entendimento da Corte é de que os estados não podem interferir na esfera das relações jurídico-contratuais entre o poder concedente (a União e os municípios, no caso) e as empresas concessionárias. Essa reafirmação ocorreu no julgamento de duas Ações Diretas de Inconstitucionalidade (ADIs), que foi realizada por julgamento virtual e encerrada no dia dois deste mês, quando o Plenário, por maioria de votos, julgou procedentes as ADIs 2337 e 3824.

STF vai decidir se restrições à instalação de antenas em municípios são constitucionais

Uma das normas consideradas inconstitucionais foi a Lei estadual 11.372/2000 de Santa Catarina, questionada na ADI 2337, que isentava desempregados das tarifas de consumo de energia elétrica, água e esgoto. Também foram invalidadas as Leis estaduais 2.042/1999 e 5.848/2019, de Mato Grosso do Sul, objeto da ADI 3824, que proibiam o corte ou a interrupção do fornecimento de água, energia elétrica e serviços de telefonia no estado por atraso ou inadimplência dos usuários, na sexta-feira ou vésperas de feriados.

Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF

Leia mais

Live sobre música na primeira infância acontece nesta quarta-feira

Os primeiros anos de vida são o período com a maior “janela de oportunidades” para o desenvolvimento humano integral. O que a criança aprende...

Espírito Santo registra primeira morte por Novo Coronavírus, segundo Renato Casagrande

A informação foi divulgada pelo governador do Estado,...

Espírito Santo tem a maior incidência de chikungunya no Brasil

São 318 casos para cada grupo de 100 mil habitantes. Somente neste ano, já foram registrados mais de 14 mil casos da doença. O Espírito...

Leia também

INDICADORES: Quarta-feira (21) começa com alta no boi gordo

A cotação da arroba do boi gordo começou a quarta-feira (21) com alta de 0,81% no preço e o produto é negociado a R$...

INDICADORES: Baixa no café nesta quarta-feira (21)

A saca de 60 quilos do café arábica começou a quarta-feira (21) com queda de 0,73% no preço e é vendida a R$ 531,09...

Presidência solicita doação do prédio da Câmara de Guarapari ao Tribunal de Justiça

Diretor da CMG Ricardo Rios e presidente do...

Mudança na CLT propõe mesma regra do presencial para home office

Um Projeto de Lei apresentado na Câmara dos Deputados prevê que a jornada de trabalho no regime de home office atenda às mesmas normas...