‘Lean nas Emergências’: profissionais do Himaba apontam melhorias para agilizar atendimentos

A implantação do projeto “Lean nas Emergências”, do Ministério da Saúde, segue a todo vapor no Hospital Estadual Infantil e Maternidade Dr. Alzir Bernardino Alves (Himaba), em Vila Velha. Nos encontros dessa segunda-feira (09) e terça-feira (10), com os consultores da iniciativa, os profissionais do Himaba identificaram os principais gargalos que possam comprometer o atendimento aos pacientes no pronto-socorro, ambulatório e maternidade.

O “Lean”, que tem como objetivo reduzir a superlotação dos serviços de urgência e emergência, faz parte do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS), do Ministério da Saúde, e conta com parceria do Hospital Sírio-Libanês. Com o projeto, é possível reduzir a burocracia, o retrabalho, etapas desnecessárias, gastos excessivos e, com isso, aumentar o acesso, promover agilidade, satisfação, eficiência e controle de riscos.

A especialista no projeto “Lean”, Angela Souza, é uma das consultoras que está acompanhando a implantação no Himaba e destacou: “Nessa visita a gente identificou cada vez mais o engajamento do pessoal do hospital, uma participação muito grande de todas as áreas e os apontamentos de melhorias. Mapeamos todo o Himaba e conseguimos identificar juntos quais pontos de espera, onde estão os gargalos e onde conseguimos melhorar. Foi um ponto bastante positivo dessa visita. A tendência é cada vez melhorar e ter mais engajamento”, afirmou.

Na próxima visita dos consultores, que acontece a cada 15 dias, os profissionais do Himaba deverão apresentar o andamento do plano de ação de cada oportunidade de melhoria apontada por meio das ferramentas oferecidas pelos conselheiros, além da atualização dos indicadores dos planos de 5S – metodologia baseada em cinco princípios que visam a garantir a organização e limpeza das áreas de trabalho.

A fase de acompanhamento e visita dos consultores ao Himaba vai durar, aproximadamente, seis meses. Após esse período, a equipe controla os resultados por mais 12 meses para garantir a manutenção das melhorias introduzidas.

O Himaba

Mantido pelo Governo do Estado, o Hospital Estadual Infantil e Maternidade Dr. Alzir Bernardino Alves (Himaba), em Vila Velha, é administrado desde o dia 6 de novembro de 2019, pelo Instituto Gnosis, por meio de um contrato de gestão firmado com a Secretaria da Saúde (Sesa).

Leia mais

Leia também