Kits de manejo de irrigação são entregues para capacitação de técnicos e agricultores

Três kits completos de manejo de irrigação foram entregues para Escritórios Locais de Desenvolvimento Rural (ELDRs) dos municípios de Castelo, Guarapari e Sooretama. Os equipamentos serão de grande importância para a realização de cursos de capacitação de técnicos, extensionistas e também produtores rurais. Os kits são fundamentais para a realização de diagnóstico do sistema de irrigação e da água utilizada nesses sistemas. Com isso, é feito um planejamento de ajustes de adequação para a proposta de um manejo adequado. Somados, os kits têm capacidade para 900 análises de água.

Os kits de manejo de irrigação foram adquiridos pelo Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), com recursos da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) Café. A entrega foi realizada na sede do Incaper, em Vitória, durante reunião dos representantes dos ELDRs com o diretor-presidente do Instituto, Antônio Machado; a diretora técnica, Sheila Posse; e o diretor administrativo, Cleber Guerra. A conquista foi possível por intermédio do pesquisador aposentado pelo Instituto, José Geraldo Ferreira Silva, com o apoio financeiro da Embrapa Café.

O pesquisador realizou, em setembro de 2019, um curso de capacitação em manejo de irrigação, destinado a extensionistas do Incaper. “Foi de grande importância essa capacitação. Um tema tão importante para o desenvolvimento da agricultura irrigada. Esses kits resolvem parte do problema do manejo da irrigação e atendem a diversos produtores e técnicos do Incaper”, disse José Geraldo Ferreira.

Um dos capacitados pelo curso é o extensionista, Lucas Calazans, que representou o ELDR de Sooretama na entrega dos kits. Ele destacou que os equipamentos serão de grande utilidade para capacitação de produtores rurais e técnicos do Incaper.

“É possível utilizar o kit em toda cultura irrigada para avaliação e tratamento de água, verificar como o sistema de distribuição está e o que pode ser melhorado. Além disso, o kit tem grande interferência do uso racional da água, que é tão importante no meio rural”, destacou Lucas Calazans.

O extensionista Caio Louzada, representante do ELDR de Castelo, ressaltou que o trabalho com irrigação é desafiador, “mas certamente os conhecimentos adquiridos e o kit irão destravar um gargalo”.

Para o extensionista Cássio de Souza, do ELDR de Guarapari, “as capacitações são um caminho para o Incaper assumir cada vez mais o espaço de protagonismo da Assistência Técnica e Extensão Rural no Espírito Santo”.

Ocasião de despedida 

Na ocasião de entrega dos kits de irrigação, o pesquisador José Geraldo Ferreira da Silva citou a aposentadoria que se concretizou na última quarta-feira (30). “O Incaper me tornou profissional e, por isso, digo que podem contar comigo para o que for preciso”, disse o pesquisador, mais conhecido como Zé Geraldo.

“Foi uma brilhante trajetória de dedicação e esforço que deixa um legado incrível como esse sobre capacitação de irrigação. Nos fará falta, mas continuaremos contando com a sabedoria do Zé Geraldo”, afirmou o diretor-presidente do Incaper, Antônio Machado.

“É um orgulho para nós ter contado com uma personalidade tão representativa, um ícone reconhecido nacionalmente que continua propagando seus conhecimentos”, ressaltou Sheila Posse.

Texto: Andreia Ferreira

 


Leia mais

Leia também