Keiko Fujimori, candidata da direita derrotada no Peru, pede anulação de 200 mil votos


A candidata da extrema direita peruana, Keiko Fujimori, não reconhece a derrota e pede a anulação de 200 mil votos. O pedido de Fujimori foi feito horas depois que Pedro Castillo, candidato da esquerda, declarou vitória.

Com mais de 99% dos votos apurados, Castillo tem 50,2% dos votos, contra 49,7% de  Fujimori. 

Sem apresentar provas, a candidata de extrema direita alega fraude. 

O novo presidente do Peru tomará posse em 28 de julho e comandará um país em crise, que teve quatro chefes de Estado desde 2028, informa o UOL.

Candidatos à Presidência do Peru Keiko Fujimori e Pedro Castillo

Candidatos à Presidência do Peru Keiko Fujimori e Pedro Castillo (Foto: REUTERS/Sebastian Castaneda)