Justin Bieber mostra rosto paralisado e explica síndrome

Compartilhe

Foto: Reprodução/Internet
Foto: Reprodução/Internet

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Justin Bieber, de 28 anos, compartilhou um vídeo em suas redes sociais para explicar a paralisia no rosto após ser diagnosticado com a síndrome de Ramsay Hunt, a reativação de uma infecção pelo vírus varicela-zóster no nervo facial e auditivo. A publicação é desta sexta (10)

No vídeo, ele explica o seu quadro de saúde e diz que se deu conta da gravidade da situação. “Oi, gente. Justin aqui. Eu só queria atualizar vocês sobre o que está rolando [comigo]. Obviamente, como vocês conseguem ver no meu rosto, eu tenho essa síndrome chamada Ramsay Hunt. É esse vírus que ataca os nervos das minhas orelhas e rosto. Isso causou uma paralisia em minha face”, iniciou.

Justin mostrou como sua face está e os movimentos que não consegue fazer devido à paralisia. “Como podem ver, esse meu olho não está piscando, eu não consigo sorrir desse lado do meu rosto, essa narina não mexe… Então esse lado todo do meu rosto está paralisado”, contou.

O cantor disse que não sabia da gravidade da doença e que, por isso, precisou cancelar os shows de sua turnê. “Então, para aqueles que estão frustrados pelos cancelamentos dos próximos shows, eu só estou fisicamente, obviamente, não capaz de realizá-los. Isso é bem sério, como vocês podem ver. Eu gostaria que esse não fosse o caso, mas claramente meu corpo está dizendo que eu preciso ir mais devagar e eu espero que vocês entendam.”

Justin afirmou que já iniciou o tratamento e que vai tirar esse tempo para descansar e cuidar da saúde. Ele ainda pediu para que os fãs o colocassem em suas orações.

“Irei usar esse tempo apenas para descansar e relaxar, para voltar a ficar 100% e então poder fazer o que nasci para fazer, mas por enquanto, não dá”, afirmou. Bieber planeja descansar para conseguir recuperar seu rosto como era. “Eu amo vocês, obrigado por serem pacientes comigo, vou melhorar e estou fazendo todos os exercícios especiais para que meu rosto volte ao normal… vai voltar, só leva um tempo e não sabemos quanto será, mas ficará tudo bem. Eu tenho esperança, confio em Deus e que tudo isso é por um motivo”, complementou.

Justin revelou em janeiro de 2020 que havia sido diagnosticado com Lyme. Na ocasião, ele compartilhou a notícia em uma publicação no Instagram, já deletada. No texto, o astro fez referência a rumores que circularam na época, que sugeriam que sua aparência e as manchas em sua pele tinham relação com uso de drogas.

“Muitas pessoas não perceberam que eu fui diagnosticado recentemente com doença de Lyme”, afirmou. “Não apenas isso, mas um caso sério de mononucleose crônica que afetou a minha pele, minhas funções cerebrais, minha energia e minha saúde em geral. Estou lutando e superando! Foram alguns anos difíceis, mas com o tratamento correto (…) eu estarei de volta e melhor do que nunca.”

A doença, considerada rara no Brasil, é transmitida por carrapatos contaminados com a bactéria Borrelia, após o aracnídeo ficar grudado ao corpo humano por cerca de 24h. Os sintomas envolvem dores nas articulações e lesões na pele, mal-estar e irritabilidade, e a condição também afeta a imunidade.

Atualmente, a doença de Lyme não tem cura, e pode chegar a estágios graves se atingir o sistema nervoso central. O tratamento é feito com antibióticos.

Em um documentário lançado no final de janeiro de 2020, Justin revelou que lidar com o diagnóstico causou um quadro de depressão que afetou sua autoestima e a convivência com familiares e amigos. “Pode não parecer muito difícil para algumas pessoas simplesmente sair da cama de manhã, mas tem sido complicado para mim”, declarou.

TRATAMENTO

Justin recebeu o diagnóstico em 2019, após uma série de testes feitos a pedido da médica Dra. Erica Lehman, que se tornou especialista em doença de Lyme após tratar outras celebridades, como a influenciadora Jordan Younger.

Para o astro, foi difícil identificar a doença pois ele já havia lidado com ansiedade e vícios, problemas que se agravaram com a fama repentina durante a adolescência, sobretudo após uma infância conturbada.

Apesar de falar abertamente sobre a doença de Lyme, Justin não revela muitos detalhes sobre o tratamento ou sobre como sua rotina é afetada pelos sintomas. A turnê do cantor no Brasil segue confirmada.

Leia também

Senado aprova MP que aumenta garantias para setor agro captar recursos

O Senado aprovou hoje (28) uma medida provisória (MP) que auxilia o setor rural na realização de operações...

Moto é encontrada queimada em Mantenópolis

Uma moto foi encontrada queimada na manhã desta quinta-feira, 30 de junho de 2022, em Mantenópolis. De acordo com informações...

Reparos em calçamentos seguem nos bairros Irmãos Fernandes e Vila Landinha

Servidores da secretaria de Obras da prefeitura de Barra de São Francisco, estão realizando reparos em calçamentos nos...

Moradores lamentam situação do esporte em Ecoporanga: “vacas e cavalos pastando dentro do campo”

  A imagem que um morador do distrito de Joassuba registrou dentro do campo de futebol “Jaime Matos” é...

Auxílio Brasil representa atualmente 2,16% do PIB da região Norte

O Ministério da Economia tenta encontrar espaço no orçamento para aumentar de R$ 400 para R$ 600 o...

Barra de São Francisco fará parte do Projeto de Desenvolvimento Federativo lançado pela Sudene

O Governo Federal, por meio da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), lança nesta quinta-feira, 30, no Hotel...

INDICADORES: Preço do boi gordo tem queda nesta quarta-feira (29)

A cotação da arroba do boi gordo começou a quarta-feira (29) com queda de 0,08% e o produto...

RONDÔNIA: Equipes de Atenção Básica realizaram 2,4 mil consultas de pré-natal com seis ou mais atendimentos por gestante em 2021

Para prevenir e detectar precocemente doenças em gestantes e bebês, o Ministério da Saúde recomenda que as mulheres...