Justiça francesa vai processar Air France e Airbus por acidente em voo Rio-Paris


247- O Tribunal de Apelação de Paris anunciou nesta quarta-feira (12), que vai processar as empresas AirFrance e Airbus por responsabilidade indireta no acidente do  voo Rio-Paris,  que matou 228 pessoas em 2009. A acusação é de homicídio involuntário. A decisão, comemorada pelos familiares das vítimas, suspende decisão anterior que favorecia a companhia aérea e o fabricante europeu de aeronaves. A Airbus vai apelar para a Suprema Corte e a Air France nega ter cometido crime.

O acidente com o Airbus A330 que cobria a rota Rio de Janeiro-Paris caiu no Oceano Atlântico no dia  1º de junho de 2009  matando 228 pessoas de 34 nacionalidades. 

Segundo reportagem do jornal Estado de S.Paulo, após uma década de batalhas judiciais, apelo das famílias e do sindicato dos pilotos de aeronaves,  o procurador-geral decidiu incluir também que a AirBus fosse a julgamento alegando falhas no equipamento, já que inicialmente só eram atribuídas falhas humanas de treinamento dos pilotos, negligência e imprudência.


Leia mais

Leia também