Justiça Eleitoral indefere mais de 300 candidaturas no Espírito Santo

 

Com a maior parte dos pedidos de registro de candidaturas julgados pela Justiça Eleitoral até esta terça-feira (27), 303 postulantes aos cargos de vereador, prefeito e vice-prefeito no Espírito Santo tiveram as candidaturas indeferidas. As informações são de Amaro Mota, do G1 ES.

Se forem somados os falecimentos e as renúncias, o número de candidatos inaptos chega a 466. O número de inaptos é menor do que na última eleição municipal, em 2016, quando 755 candidatos foram considerados inaptos no Espírito Santo.

O maior motivo para indeferimento (87,88%) é a ausência de requisito de registro. Outros motivos são a Lei da Ficha Limpa (6,4%), o indeferimento de partido ou coligação (5,39%) e o abuso de poder (0,34%).

Como uma única candidatura pode ser barrada por mais de um motivo, o número total supera o de candidatos indeferidos.

Os candidatos inaptos representam 3,72% do total de casos analisados pela Justiça Eleitoral no Espírito Santo.

A maioria dos candidatos inaptos é postulante ao cargo de vereador (434). A Justiça Eleitoral também considerou inaptos 11 candidatos a prefeito e 21 candidatos a vice-prefeito.

Onze candidatos considerados inaptos no estado estão buscando a reeleição para cargos que já ocupam.

 

Leia mais

Leia também