Junta garante novas eleições em Mianmar e diz que entregará poder ao vencedor


A junta militar que governa Mianmar desde o golpe do último dia 1º garantiu que novas eleições ocorrerão e negou que a derrubada do governo, que era liderado por Aung San Suu Kyi, seja realmente um golpe.

“Nosso objetivo é realizar uma eleição e entregar o poder ao partido vencedor”, disse o brigadeiro-general Zaw Min Tun, porta-voz do conselho governante, conforme reportado na CNN Brasil. 

No entanto, as eleições ainda não têm data estabelecida. Um estado de emergência com duração de um ano continua imposto. 

Min Tun também disse que Suu Kyi não está presa, mas sim em sua casa por medida de segurança. 

(Foto: Sputnik)

Leia mais

Leia também