Piriquita: Juliana Bonde cria polêmica com nova música que cita Bolsonaro, Lula, cantores e Padre Fábio de Melo

Compartilhe

(crédito: Reprodução/Instagram @julianabonde)

Piriquita, a nova música da cantora de forró Juliana Bonde, vem chamando atenção na internet desde o lançamento na última segunda-feira (31/1). O motivo é a letra cheia de polêmicas onde ela diz para quais famosos daria ou não a “piriquita”. A cantora ainda cita os motivos para a escolha, baseada na vida pessoal dos famosos citados.

“Vou dar a minha piriquita para o Gusttavo Lima, que está doido para virar solteiro”, diz em um trecho fazendo referência à volta do casamento do sertanejo com Andressa Suita. Para o presidente Jair Bolsonaro (PL), ela diz que não daria porque “ele pode metralhar a minha piriquita”.

A música segue neste sentido dando as justificativas para cada pessoa.

Entre os que “receberiam a piriquita” estão: Gusttavo Lima, Boninho, Padre Fábio de Melo e Pabllo Vittar.

Segundo a canção, Boninho, diretor da Rede Globo, ganharia a piriquita porque Juliana quer entrar no Big Brother Brasil. Em um dos momentos mais controversos, ela diz que daria a “piriquita” para o padre Fábio porque ele “pega piriquita escondido”. Juliana também daria a “piriquita” para Pabllo Vittar porque a drag queen “guarda uma rolinha escondida”.

Já aqueles que não receberiam a piriquita estão: Jair Bolsonaro, Luan Santana, DJ Ivis e o ex-presidente Lula.

“Não vou dar pro Luan Santana, ele pode não gostar de piriquita”, diz a menção do cantor sertanejo, questionando a sexualidade dele. Já para DJ Ivis ela justifica com “ele pode bater na piriquita”, em referência ao inquérito de agressão que o DJ tem na justiça. No caso de Lula ela diz que “ele pode roubar a piriquita” e por isso não daria para ele.

Minha mãe tá com vergonha

Após o lançamento da música Piriquita, em que cita para quais famosos “daria a piriquita”, a cantora Juliana Bonde, tem recebido duras críticas sobre a letra da canção e a maneira como citou as celebridades. Nos últimos dias, ela tem rebatido os comentários ao hit e afirma que muitos “não entenderam o significado da música”.

Pelo Instagram, ela respondeu algumas caixas de perguntas dos fãs, sobre a canção. Ao ser questionada sobre o que os pais acharam da música ela disse que “meu pai está emburrado comigo até agora e a minha mãe tá com vergonha de mim”.

A cantora chegou a criticar as mulheres que pregam a política do “meu corpo minhas regras”, que ficam “falando sobre as coisas que eu estou oferecendo na música”, diz ela em um trecho. “Até agora eu não vi nenhum comentário sobre o que realmente significa a música”, ela diz também.

Em outro vídeo, perguntam a Juliana acha a música sem noção e ela diz que acha sim mas que as pessoas só pensam pelo lado ruim. “Vocês não pensam no lado das pessoas que defendem os animais, todo mundo ficou feliz com a música, então é ponto de vista”.

Um dos momentos considerados mais polêmicos da música também foi respondido por ela. Na letra, Juliana diz que daria a “piriquita” para o Pe. Fábio de Melo, porque ele “pega piriquita escondido”. Um fã perguntou se ela não tinha vergonha de mencionar o padre na canção ela respondeu: “Eu tenho muita vergonha, mas eu não queria magoar o padre, eu espero que ele tenha gostado da homenagem”. Em seguida, ela pede para que os fãs peçam para que o padre veja a mensagem que ela mandou para ele.

Canção polêmica

A música de Juliana foi lançada na última segunda-feira (31/1) e foi um dos termos mais comentados no twitter na data.

Entre os famosos citados na música estão o presidente Jair Bolsonaro, o ex-presidente Lula, Pabllo Vittar e Luan Santana.

Leia também

EMENDA DE KIGALI: Brasil terá que reduzir em 80% o consumo de gases poluentes até 2045, se acordo for ratificado

O Brasil terá que reduzir em 80% o consumo de hidrofluorcarbonos (HFC) até 2045, se a Emenda de...

Prazo de emissão da DAP é prorrogado até 31 de outubro

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) publicou, nessa quarta-feira (29), a Portaria nº 174, com alterações à Portaria nº...

Radares começam ser instalados na principal avenida de Nova Venécia

  Começaram nesta terça-feira (28), os serviços para instalação de radares na Avenida Guanabara, em Nova Venécia. O trecho será...

Ataque a tiros em desfile de 4 julho nos EUA deixa pelo menos cinco mortos

SÃO PAULO, SP (UOL-FOLHAPRESS) - Pelo menos cinco pessoas morreram e outras 16 ficaram feridas durante um tiroteio...

PRÉ-NATAL ODONTOLÓGICO: Serviço oferecido pelo SUS previne problemas como parto prematuro e baixo peso ao nascer

O atendimento odontológico é uma das etapas de rotina das consultas de pré-natal oferecidas na Atenção Primária (APS)...

Lula tem 43% contra 30% de Bolsonaro no estado de São Paulo, diz Datafolha

CAROLINA LINHARES SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera a corrida...

Número de estupros de LGBTQIA+ cresceu 88% em 2021

Os crimes de estupro contra a população LGBTQIA+ cresceram 88,4% entre os anos de 2020 e 2021, revelou hoje (28)...

Nota à imprensa e à população capixaba

A Secretaria da Fazenda (Sefaz) informa que houve um equívoco, nessa quinta-feira (30), na apresentação dos dados referentes...