Julho termina com aumento nos casos e diminuição das mortes por Coronavírus no Espírito Santo

O Espírito Santo registrou um aumento de 9,6% no número de casos de Covid-19 em julho comparado ao mês de junho. Já as mortes diminuíram 14,2%, passando das 1.043 registradas em junho para 897 em julho.

Desde que o Espírito Santo registrou o primeiro caso de coronavírus, no dia 5 de março, este foi o mês com o maior saldo de casos.

Os dados são do monitoramento do G1 com base nos números divulgados pelo Painel Covid-19, do Governo do Estado. Ao todo, o Espírito Santo tem 2.544 mortes e 83.292 casos de coronavírus. Até o momento, 67.117 pessoas estão curadas e 173.724 testes foram feitos.

Em julho, o acumulado dos casos confirmados desde o início da pandemia do novo coronavírus aumentou 77%. Em um mês, os casos passaram de 46.893 (acumulado até 30 de junho) para 83.292 (acumulado até dia 31 de julho) testes positivos para coronavírus no estado.

No entanto, no comparativo entre os casos confirmados entre os meses de junho e julho isoladamente, o aumento é de 9,6%.

De 1º a 31 de julho foram confirmados 36.399 novos casos de coronavírus no estado. Em junho, que tinha o maior registro de casos e mortes até então, 33.203 pessoas tinham testado positivo para a doença no Espírito Santo.

Já o número de mortes caiu. Em todo o mês de julho foram registradas 897 óbitos por causa da Covid-19 no estado. No mês anterior foram 1.043 óbitos. A diminuição é de 14,2%.

O secretário estadual de Saúde, Nésio Fernandes, explicou que a queda no número de óbitos se deve a disponibilização dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para o tratamento de Covid-19.

Já o aumento no número de casos está relacionado a interiorização da doença no estado. Grandes cidades das regiões Norte, Noroeste e Sul mais que dobraram o número de infectados por coronavírus em julho.

“A ocupação dos leitos está caindo em virtude da queda sustentada na Grande Vitória. No entanto, há um aumento diário de casos graves na região Norte, Noroeste e na região Sul. Nós estamos conseguir o acesso de todos os pacientes porque ampliamos os leitos em maio, junho e julho”.

A previsão da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) é de que os casos de Covid-19 continuem aumentando nessas regiões nas próximas três semanas.

Municípios

Na comparação do acumulado de casos registrados desde o início da pandemia no estado, os quatro maiores municípios do interior (Cachoeiro de Itapemirim, Colatina, Linhares e São Mateus) mais que dobraram o número de pessoas infectadas por coronavírus.

O maior aumento foi em Colatina (132%). Até o final de junho, o município tinha registrado 1.601 casos, já no dia 31 de julho eram 3.716 confirmações da doença. Na sequência vem Linhares, com aumento de 124%, que passou de 1.948 em junho, para 4.371 em julho; São Mateus teve aumento de 114%, passando de 641 casos em junho para 1.373, em julho; e Cachoeiro de Itapemirim (111%), que aumentou de 1.669 em junho para 3.528, em julho.

Na comparação com o mesmo período, a Grande Vitória teve menor aumento percentual. Cariacica foi onde a doença mais cresceu (74%), passando de 5.128 casos confirmados em junho para 8.957 em julho; seguido por Vila Velha, com aumento de 61,53% o número de casos; Vitória (53%); e Serra, que teve aumento de 38% no número de infectados quando comparado o número total de casos registrados nos meses de junho e julho.

Leia mais

Justiça aceita denúncia e tio vira réu por estupro de menina de 10 anos no Espírito Santo

A Justiça do Espírito Santo aceitou denúncia contra o tio da menina de 10 anos que engravidou após ser estuprada em São Mateus e...

Suspeito de matar a namorada em Anchieta é investigado por estelionato em MG

A informação foi confirmada pela Polícia Civil mineira....

Funerária recebe 73 cadáveres em 72 horas em Belo Horizonte

Pelo menos 23 corpos tiveram como causa "insuficiência respiratória aguda", "pneumonia crônica" e "pneumonia aspirativa", sintomas do coronavírus. Os dados do governo, porém, não...

Leia também

Casal comemora 60 anos de união em Nova Venécia

» Maurílio Cicutti, 82 anos, e Nair Santana Cicutti, 80, comemoraram 60 anos de casados No último dia 15, os moradores de Nova Venécia, Maurílio...

Veneciano tem empresa de tijolo na Flórida e afirma que País é lugar das oportunidades

» Rodrigo Scamparle possui empresa de instalação de tijolo de concreto, na Flórida Estando há 16 anos residindo nos Estados Unidos, Rodrigo Scamparle, 37 anos,...

Grupo VSB Granitos e Posto do Elias entregam presentes no Dia das Crianças

O Grupo VSB Granitos e Posto do Elias entregaram no Dia das Crianças, brinquedos e cestas básicas no Posto do Elias e no bairro...

ONDE “DORMEM” OS MORTOS: OS PRIMEIROS CEMITÉRIOS NO SERTÃO DO CRICARÉ

» Detalhe de foto datada do início da década de 1950 onde se vê o primeiro Cemitério Público de Nova Venécia ao fundo da...