Juiz americano descarta maioria das acusações de lavagem de dinheiro contra aliado de Maduro • SiteBarra

Juiz americano descarta maioria das acusações de lavagem de dinheiro contra aliado de Maduro


Sputnik – Um juiz americano na Flórida descartou nesta segunda-feira (1º) as acusações de lavagem de dinheiro contra Alex Saab, um aliado do presidente venezuelano Nicolás Maduro, mas ele permanece acusado de um crime de conspiração para lavar dinheiro, segundo uma ação judicial.

A ordem foi emitida pelo juiz distrital Robert Scola. A acusação de conspiração que permanece prevê uma sentença máxima de 20 anos de prisão. Os procuradores dizem que Saab, um empresário colombiano e principal negociador do governo socialista de Maduro, desviou cerca de US$ 350 milhões (R$ 1,98 bilhão) da Venezuela através dos Estados Unidos como parte de um esquema de suborno ligado à taxa de câmbio controlada pelo Estado venezuelano. 

Os aliados de Maduro caracterizam a perseguição de Washington à Saab como parte de uma “guerra econômica” contra a Venezuela que está sendo travada pelos EUA. O caso deteriorou ainda mais os laços já tensos entre Washington e Caracas. Saab foi extraditado no mês passado de Cabo Verde para os Estados Unidos, onde foi detido por um mandado americano de 2020.

Alex Saab

Alex Saab (Foto: Prensa Latina)