“Jovens vão morrer em uma proporção não vista na pandemia”, diz Nésio Fernandes

O secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, fez uma previsão catastrófica e alertou aos jovens para que não duvidem do potencial devastador do novo coronavírus. Ele afirma que, caso não haja adesão ao isolamento social, haverá muitas mortes de pessoas mais novas.

“Precisamos controlar a doença na juventude. Os jovens vão morrer em uma proporção não vista em outro momento da pandemia com a circulação das variantes no Brasil. Temos as variantes originárias circulando no Espírito Santo e temos a suspeita da variante inglesa, crescendo de maneira exponencial. Ambas afetam os jovens em proporção maior e fará com que muitos evoluam a óbito”, reforçou, durante coletiva à imprensa na tarde desta terça-feira (23).

Ele criticou o comportamento de moças e rapazes que insistem em fazer festas, promover aglomerações e não utilizar corretamente as máscaras. “A juventude precisa compreender que usar máscaras não é um capricho. Usar máscara é um sinal de amor próprio. Usar adequadamente! Não é máscara de ‘queixo’ ou de ‘pescoço’”.

O secretário reforçou que a nova variante inglesa tem um poder de infecção maior, o que inclui jovens e adultos. Na atualização do Painel Covid da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) desta terça-feira, havia 66.308 casos de infecção entre pessoas da faixa etária entre 20 e 29 anos, em terceiro no ranking. Entre 30 e 39 anos, foram registrados 89.250 casos, o primeiro lugar. Em segundo, ficam as pessoas entre 40 e 49 anos com 72823 registros.

Nésio Fernandes apelou pelo bom senso e pediu aos mais jovens que deixem de fazer reuniões em casas de amigos. “Não façam festas. Não é o momento”, finalizou.

Informações: Folha Vitória

Leia mais

Leia também