Jovem morre ao ser atingida por tiro na cabeça em festa no ES

Uma jovem de 19 anos morreu após ser atingida por um tiro na cabeça, na madrugada deste domingo (4), no bairro Alecrim, em Vila Velha, Grande Vitória.

De acordo com informações do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a vítima, Kamila Rodrigues Pião, estava em um bar na rua Luiz de Camões, por volta das 2h11, acompanhada de amigos quando foi ferida pelo disparo. No local acontecia uma festa.

Criminosos passaram atirando pelo lugar do evento. Além do tiro que atingiu Kamila, outros dois disparos atingiram uma janela e a parede de casas.

As pessoas que estavam no local prestaram ajuda à Kamila, levando para o pronto atendimento de um hospital particular da região. Os médicos que atenderam a jovem disseram à família que ela chegou ainda com vida ao hospital, mas teve três paradas cardíacas e não resistiu.

Parentes da jovem contaram que Kamila era muito extrovertida e que já não morava com o pai havia pouco mais de um ano.

“Ficamos sabendo do que tinha acontecido pois vizinhos foram até a casa de uma tia da Kamila e contou que ela havia levado um tiro na cabeça. Fomos ao hospital para onde as pessoas que estavam na festa a levaram de carro e lá recebemos a notícia que ela tinha morrido. A Kamila era extrovertida, brincalhona, muito educada e não tinha mágoas de ninguém. Quando completou 18 anos ela foi morar com um rapaz, mas sempre visitava o pai e a tia dela. Não sabemos o que houve exatamente”, contou um familiar que não ser identificado.

No início da manhã deste domingo (4), os familiares da jovem estiveram no Departamento Médico Legal (DML) de Vitória para realizar ao procedimento de liberação do corpo para o sepultamento.

“O coração está partido em perder um ente querido, ainda mais que não tinha vivido nada ainda. Agora é pedir força a Deus para seguir em frente e guardar as lembranças da Kamila. A amamos muito, aonde ela estiver”, desabafou o parente.

A Polícia Civil informou que o caso será encaminhado para a Delegacia de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM) para ser apurada a autoria do disparo. Até o momento, nenhum suspeito foi detido. Se alguém tiver informações que possam colaborar com a polícia, pode repassar pelo telefone 181 Disque-denúncia.

Informações: G1

Leia mais

Leia também