Joias e bolsas de luxo apreendidas do tráfico internacional vão a leilão

A Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), promove leilão de 37 itens de luxo apreendidos pela Polícia Federal (PF) durante a Operação Antigoon, deflagrada em 2018 em combate ao tráfico internacional de drogas que tinha como destino a Europa, por meio de contêineres que saíam dos portos do Rio de Janeiro, São Paulo e do Espírito Santo.

O leilão de joias, relógios e bolsas de luxo é totalmente on-line e os lances podem ser dados até o dia 31 de março. Caso todos os itens não sejam arrematados na primeira data, o leilão será estendido até o dia 7 de abril, com lances iniciais equivalentes a 80% do valor do bem. As peças, que estão no Rio de Janeiro, têm lances iniciais entre R$ 200 e R$ 10 mil.

A venda antes do trânsito em julgado foi autorizada pela 6ª Vara do Rio de Janeiro. O recurso será destinado ao Fundo Nacional Antidrogas (Funad) para investimentos no reforço da segurança pública nacional e das polícias do estado que efetuaram a apreensão dos bens, que recebem até 40% do valor arrecadado.

Mudança de cultura

O Ministério da Justiça e Segurança Pública, juntamente com o Poder Judiciário e as polícias, têm disseminado uma mudança de cultura que reforça a descapitalização dos criminosos por meio da apreensão dos bens adquiridos por enriquecimento ilícito, e a agilidade na venda desses itens, com base na legislação atual que prevê as alienações antecipadas. Após o encerramento do processo, caso o réu seja absolvido, o recurso é devolvido em até três dias com atualização com base nas taxas Selic.

No Rio de Janeiro, esse é o décimo leilão feito pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, resultando na arrecadação de mais de R$ 6 milhões aos cofres públicos. Em julho do ano passado, foram leiloados diamantes, barras de ouro e uma fazenda, autorizados pela 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro.

Quer ficar por dentro de verdade das ações do Governo Federal no Combate ao Crime, acompanhe as redes sociais do SecomVc no Facebook, Instagram e Twitter.

Joias e bolsas de luxo apreendidas do tráfico internacional vão a leilão

Leia mais

Leia também