Janeiro Branco: mês é dedicado aos assuntos e cuidados sobre saúde mental

Compartilhe

A campanha “Janeiro Branco” tem como objetivo chamar atenção das pessoas sobre os assuntos relacionados à saúde mental e à importância da prevenção de doenças emocionais, como depressão, ansiedade e pânico. A secretaria municipal de Saúde de Barra de São Francisco está fechando a agenda de eventos relativos ao tema.

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) mostram que a depressão atinge 5,8% da população brasileira e distúrbios relacionados à ansiedade afetam 9,3%.
Vários são os motivos que podem levar uma pessoa à depressão e à ansiedade, como transtornos psiquiátricos, estresse crônico, disfunções hormonais, vícios (cigarro, álcool e drogas ilícitas), experiências de violência doméstica ou abuso, perda do emprego, desemprego por tempo prolongado, separação conjugal, ambiente familiar e social, entre outros.

“Falar sobre este assunto é muito necessário, pois potencializa o acolhimento por parte dos gestores, profissionais de saúde, familiares e da comunidade em que estamos inseridos. Também auxilia na busca pelo atendimento por parte desses indivíduos”, explicou a referência técnica municipal em Saúde Mental, Álcool e outras Drogas, Gabriela Assunção Silva.

O cuidado ofertado às pessoas em sofrimento psíquico deve ser orientado por profissionais que são capacitados na área de saúde mental, tendo em vista a importância do acompanhamento e o tratamento relacionado à medicação e ao acompanhamento psicossocial, observando as necessidades de cada caso.

A orientação para as pessoas que necessitam de atendimento em saúde mental é que busquem, primeiramente, o acolhimento na rede de atenção básica mais próxima do território de moradia, para que seja realizado o acompanhamento nas Unidades Básicas de Saúde e pelas Equipes de Saúde da Família, além de encaminhamentos quando necessário.

Serviços
A secretaria municipal de Saúde de Barra de São Francisco mantém uma Unidade de Saúde Mental, tendo em seu quadro três psiquiatras, dois psicólogos e um assistente social; que prestam serviços de consultas, atendimento psicossocial e visitas domiciliares. A Unidade de Saúde Mental atendeu, de 2018 a outubro passado, 2434 pacientes, que são acompanhados periodicamente.

Em relação à inserção neste serviço por orientação ou solicitação, é realizado o agendamento para o acolhimento e a compreensão da demanda. Após essa etapa, é feita a análise psicossocial e a avaliação do perfil da pessoa atendida. Assim, é construído o Projeto Terapêutico Singular e agendada uma consulta com o psiquiatra.

Leia também

Furto de pimenta do reino, furto em veículos e tentativa de suicídio em Nova Venécia

Uma propriedade teve 200 quilos de pimenta de reino furtados durante a tarde desta quarta-feira (29), no interior...

Operação em Pinheiros apreende adolescente com drogas e homem portando arma de fogo

A Delegacia de Polícia (DP) de Pinheiros, em operação com a Polícia Militar do Espírito Santo (PMES), prendeu...

PCES prende homem suspeito de furtar materiais de uma obra

As equipes das Delegacias de Polícia de Jaguaré e Vila Valério prenderam em flagrante, na tarde dessa quarta-feira (29),...

Cartão do Auxílio Brasil começa a ser entregue; veja quem receberá

CRISTIANE GERCINA SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O novo cartão do Auxílio Brasil começou a ser entregue aos...

‘Ganho 50 vezes mais na internet do que no vôlei’, diz jogadora no Onlyfans

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Com 21 anos de idade, Key Alves, líbero do Osasco, é a jogadora...