IV Desafio da Escada termina com 3 servidoras em primeiro lugar • SiteBarra

IV Desafio da Escada termina com 3 servidoras em primeiro lugar

O IV Desafio da Escada da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) foi um sucesso. Durante três meses, os servidores subiram as escadas do térreo até o 2º andar, na primeira semana. Já na segunda semana, o objetivo foi chegar até o 3º andar e assim sucessivamente até o 14º andar. Os primeiros lugares, 3 mulheres na primeira colocação, uma em segundo lugar, e uma outra no terceiro lugar do pódio.

“Nós precisamos cuidar uns dos outros em todos os espaços, inclusive, no ambiente de trabalho. E nessa competição sadia todos saem ganhando, praticando atividades físicas e melhorando a saúde. Fico feliz de ver as mulheres ocupando as primeiras colocações”, disse a subgerente de Desenvolvimento Fazendário, Maria da Penha Zanoni Brito, organizadora do evento.

Participaram da entrega das premiações, nesta semana, além da subgerente; o secretário de Estado da Fazenda, Marcelo Altoé, e o gerente de Desenvolvimento Fazendário, Jessé Lago dos Santos. “Não participei neste ano, mas estou animado para participar na próxima edição. Ter a aderência de 81 servidores e saber que são pessoas que estão cuidando da saúde física e mental com mudanças de hábitos é excepcional”, disse Altoé.

As três campeãs contaram como o Desafio contribuiu com a saúde delas e seus propósitos quando resolveram participar. “A atividade física é essencial, ajuda com certeza. Resolvi participar, porque gosto de desafios e também para incentivar os colegas de trabalho. É “puxadinho’ porém, você adquire condicionamento cardiorrespiratório, ficando mais leve para chegar ao final. A mudança do hábito é a disposição”, afirmou Ana Paula Moreira de Souza, de 49 anos.

Gisele Bonifacio de Oliveira, de 30 anos, também ocupou o primeiro lugar no pódio. “Participei, pois o desafio da escada foi mais um incentivo para eu continuar praticando a atividade física. Como ano passado também fiquei em primeiro lugar, não poderia desistir do título. Não foi difícil, na verdade, de certa  forma, foi até divertido, pois trouxe o espírito de competição entre os participantes, em especial as primeiras colocadas”, destacou a bicampeã.

Já Annáthaly de Oliveira Ipólito, de 24 anos, lembrou que viu no desafio uma oportunidade para exercitar o corpo. “O propósito era começar e não desistir assim que o desafio fosse ficando mais difícil. As últimas semanas foram mais difíceis, pois eram mais andares e os dias estavam mais quentes. Foi excelente participar, pois tive a prática diária de exercício, o que eu não estava fazendo antes, aumentei o consumo de água e busquei manter uma alimentação mais leve”, contou.

Próximo ano

O V Desafio da Escada, no próximo ano, acontecerá num período em que a temperatura seja mais amena. O projeto é uma maneira lúdica de falar sobre algo que é muito importante: a saúde das pessoas, sendo voltado para os servidores e trabalhadores terceirizados das secretarias da Fazenda (Sefaz), Turismo (Setur) Controle e Transparência (Secont) — todas sediadas no mesmo prédio.