‘Israel é um Estado genocida e o mundo não quer enxergar’, afirma Laila Karajeh, ativista da causa palestina


Em meios aos ataques de Israel contra territórios palestinos, a ativista da causa palestina Laila Karajeh concedeu entrevista à TV 247 para denunciar a falta de apoio internacional aos palestinos. Laila disse que “Israel é um Estado genocida” e classificou como “revoltante” o fato de a comunidade internacional não intervir de maneira firme nos conflitos na região da Faixa de Gaza.

A atuação internacional de Jair Bolsonaro, que já manifestou por mais de uma vez sua simpatia por Israel e pelo primeiro-ministro do país, Benjamin Netanyahu, também é, segundo a ativista, motivo de decepção. 

“Os palestinos, pelo menos pelo Brasil, sempre sentiram esse apoio, por conta do presidente Lula. Então, ver que o Brasil está sendo a favor do Estado genocida, do Estado que está matando os palestinos é algo que não era esperado por eles. Imagina: Israel é um Estado genocida, e ver que tem países o apoiando é revoltante. Parece que o mundo não quer enxergar o que está acontecendo. O Bolsonaro tem posicionamento de direita e em prol de Israel. Então acredito que seja muito revoltante para os palestinos que moram lá ver tudo isso, que as pessoas e os países estão querendo dar mais ajuda, mais auxílio a Israel. O que está acontecendo é um genocídio, um massacre, e ninguém está abrindo os olhos e ajudando os palestinos de fato, e sim ajudando ainda mais militarmente e politicamente Israel”, relatou Laila.

Durante os governos Lula, contou a ativista, a relação entre Brasil e os palestinos era diferente. O país foi um dos principais a prestar ajuda ao povo da Palestina. “Lula foi um presidente que sempre esteve em prol da Palestina. O Lula foi essencial. Países como o Brasil e a Venezuela, principalmente, receberam muitos refugiados. Então foram países da América Latina que acabaram ajudando muito mais do que os países que estão ao lado da Palestina e que viram tudo isso e estão vendo tudo isso em silêncio”, contou.

Inscreva-se na TV 247, seja membro e compartilhe:

Laila Karajeh

Laila Karajeh (Foto: Reprodução | Reuters)

Leia mais

Leia também