Irã diz que está pronto para fornecer ajuda econômica e militar à Síria


Sputnik – De acordo com a agência de notícias Tasnim News, o general felicitou neste sábado (29) Bashar Assad pela recente vitória nas eleições presidenciais na Síria em uma mensagem para o presidente.

Antes, Assad tinha agradecido ao povo sírio por tê-lo reeleito, ressaltando também que o dia seguinte à sua reeleição seria o início de uma nova era de construção da Síria como ela deveria ser.

Baqeri assegurou ao líder da Síria que a cooperação “estratégica e amigável” entre as forças armadas dos dois países apenas continuará crescendo.

O alto comandante também expressou a prontidão da República Islâmica para ajudar a aumentar as capacidades defensivas sírias, bem como para prestar assistência na resolução dos problemas resultantes da guerra contra o Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) e outros grupos terroristas.

Em março, na República Árabe Síria se completaram dez anos desde que o conflito deflagrou no país em 2011. Em 2021, o governo sírio conseguiu restabelecer o controle da maior parte do território anteriormente capturado pelos grupos rebeldes armados e terroristas, incluindo o Daesh. Os militantes do Tahrir al-Sham, conhecido anteriormente como Jabhat al-Nusra (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países), continuam operando na província de Idlib, no noroeste do país.

De acordo com o enviado especial da ONU para a Síria, Geir Pedersen, a situação militar na República Árabe tem estado relativamente calma, com a Rússia ajudando a reduzir as tensões na cidade de Qamishli, no nordeste do país, onde ocorreram confrontos entre grupos armados curdos, que controlam a maior parte da cidade, e forças pró-governo.

No que diz respeito ao Irã, os EUA restabeleceram suas medidas restritivas contra a República Islâmica em maio de 2018, quando o então presidente Donald Trump anunciou a saída unilateral de Washington do acordo nuclear iraniano de 2015, também conhecido como Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA, na sigla em inglês).

A administração Biden ressaltou que as sanções anti-iranianas serão canceladas apenas após a nação do Oriente Médio voltar a cumprir o acordo nuclear. Recentemente, os dois países decidiram tentar um diálogo conjunto que começou em Viena, na Áustria, no início de abril. Apesar dos encontros, não foram acordadas resoluções definitivas.

Delegações governamentais de Síria e Irã se reúnem em 2020

Delegações governamentais de Síria e Irã se reúnem em 2020 (Foto: Sana)

Leia mais

Leia também