Irã denuncia que Joe Biden continua aplicando sanções

O presidente do Irã, Hassan Rohani, afirmou nesta quarta-feira durante reunião com seu gabinete que o novo governo dos Estados Unidos (EUA) ainda não tomou medidas sérias em relação a seu país, e “na prática seguem as mesmas sanções e pressões “.

O presidente afirmou que o presidente Joe Biden expressou em declarações uma posição diferente em relação ao governo anterior, presidido por Donald Trump, mas, explicou, “na prática não vemos diplomacia, permanecem as mesmas sanções e pressões”.

“O governo Biden não deu nenhum passo no caminho da diplomacia, ao aceitar a má gestão de seu antecessor e o fracasso de sua política de pressão máxima contra o Irã”, denunciou o chefe de estado iraniano.

Ele também denunciou que o governo Trump impôs sanções ilegais contra o Irã, “cometendo um ato terrorista contra a humanidade e o povo iraniano, além de ter um impacto negativo em todo o mundo e até mesmo em seu país”, acrescentou.

O chefe de Estado indicou que é necessária uma vontade séria por parte dos Estados Unidos para suspender as sanções e retomar o acordo nuclear assinado em 2015, denominado Plano de Ação Conjunta Abrangente (JCPOA), informa a Telesul.

“Enquanto os Estados Unidos estiverem prontos para suspender as sanções, e virmos que as sanções foram suspensas, estamos imediatamente prontos para retornar aos nossos compromissos com o acordo nuclear”, enfatizou Rohani.

 

 

Presidente do Irã, Hassan Rohani

Presidente do Irã, Hassan Rohani (Foto: Reuters)

Leia mais

Leia também