Iphan reconhece “Banho de São João” como Bem Cultural do Brasil

Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural, reconheceu, por unanimidade, o Banho de São João de Corumbá e Ladário, no Mato Grosso do Sul, como Patrimônio Cultural do Brasil. Com o reconhecimento, a festividade passa a ser segurada pelo Iphan.

Pescadores artesanais têm licenças canceladas por irregularidades

Reviva Turismo: programa para retomada gradual e segura do setor é lançado em Minas Gerais

Conhecido como festa junina no Pantanal, o Banho de São João congrega o culto a São João Batista e ao orixá Xangô, com decoração de altares e andores, queima de fogueiras e realização de oferendas, além de rezas e terços, giras em terreiros e levantamento de mastros. Na passagem do dia 23 para 24 de junho, a população se dirige às margens do Rio Paraguai para realizar, assistir e participar do ritual do banho.

Em Corumbá, o banho acontece no Porto Geral e, em Ladário, no Porto Ladário. Mas, em função da pandemia da Covid-19, o Banho de São João vem sendo realizado desde o ano passado apenas em âmbito doméstico.

Foto: Divulgação/Rede Educativa MSFoto: Divulgação/Rede Educativa MS


Leia mais

Leia também