Instalação de energia para britadeira vai dar mais agilidade à ampliação da calçada da Jones dos Santos Neves

Compartilhe

A implantação do calçadão entre a esquina da rua Elizeu Divino e a travessa Pedro Coimbra, na avenida Jones dos Santos Neves, um trecho de 260 metros, em Barra de São Francisco, vai ganhar novo impulso esta semana, após a EDP colocar energia no local para que a britadeira seja utilizado para fazer a massa.

Até o momento, os servidores da Secretaria Municipal de Obras e Urbanismo estavam misturando a massa de concreto manualmente, mas, neste domingo, uma equipe da EDP colocou energia no poste que foi colocado provisoriamente no local.

O calçadão terá 3,7 metros de largura, piso antiderrapante e tátil (para deficientes visuais), além de três rampas de acesso para deficientes físicos, cumprindo, com sobras, todas as normas da NBR 9050, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) para construção de calçadas.

De acordo com a secretária municipal de Obras e Urbanismo, Marianne Cortes Cavalcante Faroni, a ampliação desse trecho da calçada no lado direito de quem desce a avenida Jones dos Santos Neves é uma determinação do prefeito Enivaldo dos Anjos e serve de projeto-piloto para as calçadas que venham a ser construídas no município, além de intervenções em avenidas e ruas mais antigas.

Desde o início do ano passado, o prefeito determinou a ampliação do espaço utilizando blocos de proteção, conhecidos como ‘gelo baiano’ naquele trecho, para dar mais conforto aos pedestres, mas a intenção de Enivaldo dos Anjos sempre foi construir a calçada no local, adaptando-a ao trecho de calçada já existente.

“Queremos e vamos fazer de Barra de São Francisco uma cidade moderna, adaptada aos conceitos básicos de proteção e conforto aos pedestres e, para tanto, estamos iniciando esse projeto. Na verdade, a construção das calçadas é uma obrigação dos proprietários de imóveis urbanos, dentro dos padrões estabelecidos pelo Código de Postura, mas estamos fazendo esse trecho e outros para dar o exemplo, já que a maioria das calçadas do centro e bairros e feita de acordo pelos proprietários de acordo com as suas necessidades, sem respeitar o direito dos pedestres”, observa o prefeito, destacando que a “calçada ideal é aquela que garante o caminhar livre, seguro e confortável para o pedestre.”

Prédio abandonado

Do outro lado da rua Elizeu Divino, na descida para a Rua Mineira, a calçada no entorno do prédio abandonado, já está quase pronta. Foi preciso que o prefeito Enivaldo dos Anjos aprovasse uma lei na Câmara Municipal permitindo ao Executivo, intervir em construções e imóveis abandonados, para que fosse retirado todo o entulho do local e construída a calçada.

Leia também

Taxa de desemprego fica abaixo de 10% no Brasil, menor nível desde 2015

LEONARDO VIECELI RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A taxa de desemprego no Brasil recuou para 9,8% no...

Casos de pessoas que pegaram Covid pós-vacina e tiveram apenas sintomas leves

Oi gente, tudo bem? Eu sou Fabi Costa e, no episódio de hoje, a gente vai ouvir histórias reais...

Publicada lei que cria Sistema Eletrônico de Registros Públicos

O Diário Oficial da União publica, nesta terça-feira (28), a Lei nº 14.382, de 27 de junho de 2022, sancionada...

Prazo para regularizar dívidas com descontos acaba nesta quinta-feira (30)

Termina nesta quinta-feira (30) o prazo para que empresários possam regularizar sua situação com o fisco. Até às...

Festa de São Pedro em Barra de São Francisco terá fogueira gigante e desfile

A Festa de São Pedro, que acontece no terreno da rodoviária, a partir das 18h desta sexta-feira, 1º...

Curral Intermunicipal de Leilões no Polo Industrial está em fase de conclusão

O prefeito de Barra de São Francisco, Enivaldo dos Anjos anunciou, logo no início do seu mandato a...

Embratur, MTur e Iphan se unem para divulgar e promover os patrimônios históricos do Brasil no exterior

O Governo Federal, por meio da Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur), o Ministério do Turismo...