Indicador de Atividade Econômica da FGV aponta retração de 10,3% da economia no 2º trimestre

O Indicador de Atividade Econômica da Fundação Getúlio Vargas (IAE-FGV) aponta retração de 10,3% no segundo trimestre de 2020, em comparação com os primeiros três meses do ano. Segundo a fundação, a forte queda das atividades em abril foi determinante para o resultado negativo do trimestre, mesmo que o setor econômico tenha apresentado crescimento de 4,1% em junho.

Governo autoriza R$ 1,5 bilhões para assistência social por meio de reprogramação e transposição de recursos dos anos anteriores

Prorrogação de parcelas do FPM é o que garante pagamento de servidores municipais, alerta CNM

Na comparação com o segundo trimestre de 2019, a atividade econômica de abril, maio e junho deste ano teve queda de 10,7%. A taxa acumulada em 12 meses até junho, segundo a FGV, é de -2% e o acumulado dos seis primeiros meses de 2020 é de -5,3%. 

O Indicador de Atividade Econômica da FGV é um indicador que antecipa a tendência da economia brasileira a partir da divulgação de dados do IBGE, como a Pesquisa Industrial Mensal (PIM), Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) e Pesquisa Mensal de Serviços (PMS).
 

Foto: Arquivo/Agência Brasil


Leia mais

Leia também