Incaper recebe doações para moradores do bairro Jesus de Nazareth

A Sede do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), em Vitória, está recebendo doações para ajudar os moradores carentes do bairro Jesus de Nazareth, também na Capital. Podem ser doados alimentos não perecíveis, produtos de limpeza e de higiene pessoal.

Qualquer pessoa pode fazer a doação. Quem pretende ir até o local de carro não precisa nem sair do veículo, basta deixar os donativos com o vigilante na portaria do Incaper. Ao fim do dia, um representante da comunidade recolhe os produtos, higieniza adequadamente, monta as cestas e distribui às famílias cadastradas.

“Nossa comunidade é tradicional na pesca. Mas tem muitas pessoas que trabalham informalmente, vendendo picolé ou bebida na praia, e estão sem renda neste momento, então a gente está atendendo com alimentos. Só que demanda cresceu muito por causa do novo Coronavírus, e nós precisamos estabelecer um critério. As grávidas, famílias com crianças e quem não está no CadÚnico e não recebe o Bolsa Família são a nossa prioridade. Neste momento, estamos com um cadastro de 110 famílias. É muita gente pedindo socorro e a fome tem pressa”, disse a coordenadora do Instituto Mão na Massa, Fernanda Pereira. A instituição auxilia moradores do bairro Jesus de Nazareth.

O diretor administrativo-financeiro do Incaper, Cleber Guerra, lembrou que “a Sede do Incaper está inserida nesta comunidade, e atua de maneira participativa para contribuir com o bem estar dos moradores”, disse.

A moradora responsável pela arrecadação dos donativos destacou a importância das doações. “Na nossa comunidade, as pessoas não têm o hábito de lavar as mãos. Muita gente não tem noções básicas de higiene. Por isso, a gente pode sofrer muito com o novo Coronavírus. Nós ganhamos recentemente 300 sabonetes e já fizemos a distribuição, orientando as pessoas sobre a importância de se higienizar adequadamente”, disse Fernanda Pereira.

Voluntários confeccionam máscaras

O Instituto Mão na Massa está confeccionando 10 mil máscaras de tecido para doar às comunidades de Jesus de Nazareth, Santa Helena e São José. Segundo Fernanda Pereira, já foram entregues máscaras ao Pronto-Atendimento da Praia do Suá. “O Instituto Mão na Massa tem 20 anos de existência e é um ponto de apoio em todos os sentidos para muitas famílias da comunidade. Quando uma criança nasce, voluntários confeccionam roupinhas de bebê. Quando alguém falece, a gente corre atrás para dar suporte à família, pedindo o auxílio da Prefeitura para providenciar o caixão. Agora, estamos trabalhando na confecção das máscaras pra comunidade”, contou.

Texto: Juliana Esteves

Leia mais

MS registra 1.367 mortes por Covid-19 em 24 horas’

O Ministério da Saúde voltou a registrar mais de mil mortes por Covid-19 no período de 24 horas. Desde a última atualização dos dados,...

Governo vai PRORROGAR benefício de suspensão de contrato e redução de jornada

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Bruno...

PT confirma convenção para quarta-feira (09)

Segundo o presidente do PT veneciano, Weverton Sacramento, o nome da Professora Cláudia deverá ser homologado...

Parque dos Lençóis Maranhenses é reaberto para visitação

Portaria do ICMBio reabre parque e estabelece normas de segurança. – Foto: ...

Leia também

Enivaldo de olho em 2022

O deputado estadual Enivaldo dos Anjos (PSD), candidato a prefeito de Barra de São Francisco, está de olho em 2022. Enquanto a maioria dos políticos...

Homem morre afogado no Rio Cricaré, em Nova Venécia

Um homem morreu afogado na tarde deste domingo (20), no Rio Cricaré, em Nova Venécia. Segundo o Corpo de Bombeiros, a vítima, ainda não identificada,...

Climatempo alerta para risco de temporais e mar agitado no Espírito Santo

A passagem de uma frente fria vai provocar...

Batida frontal entre caminhão e van deixa 12 mortos e 1 ferido em MG

Van que se envolveu no acidente em Patos...