Incaper participa das reflexões levantadas no Dia Meteorológico Mundial

O Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), por realizar atividades voltadas ao meio rural do Espírito Santo, intimamente ligadas ao tempo e o clima, observa as reflexões do Dia Meteorológico Mundial, destacando a importância do seu serviço de meteorologia para a sociedade.

Nesse ano especialmente, o Dia Mundial da Água e o Dia Meteorológico Mundial, celebrados respectivamente nos dias 22 e 23 de março, compartilham do mesmo tema: “Clima e Água”. O foco é nas ações coordenadas de manejo sustentável do clima e dos recursos hídricos, por que são estreitamente conectados entre si. Ambos estão nas metas globais dos objetivos do desenvolvimento sustentável.

De acordo com o secretário-geral da Organização Meteorológica Mundial (OMM), Petteri Taalas, “sentimos os efeitos das mudanças climáticas principalmente através da água: mais inundações, mais secas, mais poluição”.

Ao demonstrar preocupação com a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), ele ainda destaca: “assim como os vírus, esses choques climáticos relacionados à água não respeitam fronteiras naturais”.

“Nos últimos anos, o capixaba tem sido afetado com episódios de extremos climáticos, associados pelo excesso ou pela falta de chuva, além de períodos de calor excessivo. Vale ressaltar as chuvas extremas ocorridas no ano de 2013, o processo de estiagem ocorrido entre os anos de 2014-2017, a ocorrência das chuvas intensas no Espírito Santo neste último verão (2019/2020), que afetou diretamente 22 municípios capixabas”, destacou o coordenador de meteorologia do Incaper, Hugo Ramos.

De acordo com o diretor-presidente do Incaper, Antônio Carlos Machado, o Instituto vem executando ações de pesquisa, assistência técnica e extensão rural que visam mitigar os efeitos dos extremos climáticos para as culturas de importância econômica, ambiental e social do Espírito Santo. Essas ações servem como uma importante ferramenta para o enfrentamento das adversidades climáticas, transformando o meio rural em um ambiente mais resiliente.

Dia especial

A Organização Meteorológica Mundial (OMM), fundada em 23 de março de 1950, completa neste ano o seu 70° aniversário. É a entidade sucessora da Organização Meteorológica Internacional, criada em 1873. Trata-se de uma agência das Nações Unidas (ONU), que tem como missão apoiar países do mundo a prover serviços meteorológicos e hidrológicos, protegendo a vida e propriedades de desastres naturais relacionados ao tempo, ao clima e à água, para salvaguardar o meio ambiente, e para contribuir para o desenvolvimento sustentável.

Texto: Hugo Ramos

Leia mais

Bancada federal capixaba destina R$ 51 milhões para o combate do novo coronavírus no Espírito Santo

Em reunião virtual com o governador Renato Casagrande...

Campanhas de doação do Governo já arrecadaram R$ 10,8 milhões e 22,7 milhões de itens

As doações dos itens hospitalares foram realizadas por oito empresas, sendo sete brasileiras e uma estrangeira. ...

Homem morre após cair com moto dentro de córrego no interior de Mantena

Foto: Por Dentro da Notícia Um homem morreu após sofrer um acidente com motocicleta na madrugada desta segunda-feira, (07), em Limeira, interior de Mantena –...

Pescadores fecham estrada de ferro em protesto contra corte de auxílio da Fundação Renova no Espírito Santo

Pescadores de Colatina e Baixo Guandu receberam cartas em que a instituição comunica que vai suspender o pagamento do auxílio para quem foi afetado...

Leia também