Incaper comemora 64 anos com lançamento de tecnologia, cursos on-line e reinvenção do trabalho

A comemoração dos 64 anos do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) acontece nesta segunda-feira (16), com o lançamento de tecnologia, cursos on-line e reinvenção do trabalho. No ano em que o distanciamento social foi imposto pela pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), a atuação dos técnicos, extensionistas e pesquisadores foi reinventada e adaptada aos novos desafios. 

Durante a live de aniversário do Incaper, que será transmitida pelo canal do instituto no YouTube, será lançada a tecnologia de Cultivo em Alamedas, uma técnica de manejo do solo voltada para produtores que adotam práticas de agroecologia e agricultura orgânica. A tecnologia foi desenvolvida após 10 anos de estudos pelos pesquisadores do Incaper, Jacimar Luiz de Souza e João Batista Araújo, consistindo em um sistema de adubação e fertilização do solo que contribui para a melhoria da produção, a redução dos custos e a preservação ambiental. Os resultados obtidos comprovam a alta capacidade das árvores em melhorar as propriedades do solo, reciclar nutrientes e fornecer nitrogênio às culturas. 

Para o diretor-presidente do Incaper, Antônio Machado, todas as conquistas deste ano desafiador são resultado da dedicação máxima dos servidores, “o maior patrimônio que o Incaper pode ter”. Ele lembrou de diversas ações que foram adaptadas para dar continuidade aos serviços prestados ao desenvolvimento rural capixaba. 

“Graças aos nossos extensionistas, técnicos, pesquisadores, aos servidores da administração e todos que compõem o Incaper, o trabalho foi continuado. Nosso quadro é composto por doutores, mestres e profissionais de diversas formações que são extremamente capacitados para transformar a vida de agricultores e melhorar o trabalho na propriedade rural. Mais do que celebrar os 64 anos do Incaper, celebramos nossos incríveis servidores que promovem o desenvolvimento do Espírito Santo”, destacou o diretor-presidente. 

Cursos on-line e produção técnico-científica

O Incaper promoveu cursos on-line para a capacitação de técnicos e agricultores sobre as culturas de abacaxi, goiaba, manga, morango, cacau, citros e pimenta-do-reino, que ao todo somaram mais de 600 inscritos. Os cursos de culturas frutíferas fazem parte do Programa Estadual de Fruticultura, com realização do Incaper e da Secretaria de Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag). 

A realização de webinários e lives no canal do Incaper no YouTube foi uma ação realizada para dar continuidade do compartilhamento de conhecimento técnico com linguagem acessível destinada, principalmente, a agricultores. Outra ação de reinvenção para o ambiente on-line foi o 13º Lançamento da Colheita de Café do Espírito Santo, que teve sua primeira edição on-line. A apresentação da variedade Conquista ES8152 de café conilon a região norte do Estado também foi promovida virtualmente.

“Com as regras de distanciamento social e trabalho remoto, organizamos capacitações, inicialmente, apenas para os servidores. Agora elas abrangem agricultores, estudantes, técnicos de outras instituições. A interatividade com o público atendido mudou, são novas formas de atendimento que não substituem o presencial, mas que agregam para o conhecimento técnico e já fazem parte da rotina do Incaper”, afirmou a gerente de Transferência, Tecnologia e Conhecimento do Incaper, Vanessa Borges.

Em 2020, foram lançadas 92 produções técnico-científicas pelos servidores do Incaper entre cartilhas, folders, artigos e outros, disponíveis na Biblioteca Rui Tendinha. Os conteúdos diversos abordam temas como cafeicultura, fruticultura, meteorologia, agroecologia, entre outros. 

Planejamento de programas

A diretora técnica do Incaper, Sheila Posse, falou sobre as diversas ações realizadas neste ano em meio à pandemia. Entre elas estão os planejamentos dos Programas Estaduais da Cafeicultura, Pimenta-do-Reino e da Agroecologia, com coordenação do Incaper e da Seag e apoio de diversas instituições. Ainda neste ano será disponibilizado aos agricultores e técnicos questionários que abordam diversos aspectos da cadeia produtiva de café, a fim de serem levantadas as demandas de gargalos da cafeicultura. A partir desses dados, serão realizadas diversas análises e ações visando ao aperfeiçoamento da atividade no Estado.

Para o manejo adequado das plantas daninhas na lavoura cafeeira, foi instituída, neste ano, a Rede Inova Café, composta por pesquisadores do Incaper e professores da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e Universidade Vila Velha (UVV) que busca conhecer mecanismos de absorção degradação e os efeitos dos herbicidas na produtividade e qualidade final da bebida do café. 

“Este foi um ano muito importante para o planejamento desses programas e de ações sociais, como a que realizamos em parceria com a Seag para a organização de assentamentos no Estado. A distribuição de sementes crioulas a indígenas de Aracruz foi uma importante ação realizada que promove a segurança alimentar nas aldeias. A participação do Incaper da Rede Morangos do Brasil também é uma ação de destaque em 2020”, ressaltou Sheila Posse. 

Investimentos atuais e breve histórico

O diretor administrativo do Incaper, Cleber Guerra, lembrou os investimentos realizados pelo Governo do Estado, principalmente, para a compra equipamentos para a adequação e modernização física e tecnologia do Instituto. Neste ano, os recursos adquiridos possibilitaram a aquisição de veículos, computadores, notebooks, smart TVs, entre outros. Segundo o diretor administrativo, os equipamentos de informática são fundamentais para a realização de videoconferências, que têm grande demanda neste período de pandemia.

Além do atual trabalho desenvolvido pelo Incaper, o diretor administrativo pontua a importância de relembrar o início da atuação do Instituto no âmbito do sistema agrícola capixaba, que tem como marco a criação da Associação de Crédito e Assistência Rural do Espírito Santo (Acares), em 16 de novembro de 1956. A instituição tinha como objetivo elevar o nível de vida do agricultor, com a ajuda do crédito rural supervisionado para aumentar a produção e a produtividade agrícola.

Em 1973, foi fundada a Empresa Capixaba de Pesquisa Agropecuária (Emcapa), cuja finalidade era gerar, adaptar e difundir conhecimentos científicos e tecnológicos, de acordo com a realidade rural do Espírito Santo.  Já em 1974, foi fundada a Empresa Espírito-Santense de Pecuária (Emespe) e, em 1975, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), que incorporou a Acares. A Emater-ES, devido à sua capilaridade, proporcionou orientação técnica a agricultores pelos diversos municípios capixabas.

Em 1999, pesquisa, assistência técnica e extensão rural foram integradas com a criação da Empresa Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Emcaper), fusão da Emcapa com a Emater. Em 2000, a Emcaper tornou-se autarquia, dando origem ao Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper).

“É importante fazermos o resgate histórico, principalmente, dos 19 anos vividos como Acares e termos como exemplo toda a trajetória de desafios e também de muitas conquistas“, disse o diretor administrativo.

Texto: Andreia Ferreira 

Leia mais

Espírito Santo chega a 1.836 mortes e 54.547 casos confirmados de Covid-19

Na comparação com os dados divulgados neste domingo (5), o aumento é de 33 mortes e 1.154 novos casos da doença. Até o momento,...

Luciano Pereira registra ocorrência na polícia após câmera flagrar tentativa de vandalismo contra Rádio Jovem Barra

Na tarde desta terça-feira, 17 de novembro de 2020, por volta das 16:50h, um homem foi pego em flagrante no local onde ficam os...

Saneamento básico: gestão comunitária da água é a esperança para 17 milhões de moradores da área rural

Segundo o estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), nos próximos anos, 17 milhões de pessoas que moram em áreas rurais terão saneamento...

Motos clonadas são apreendidas em Barra de São Francisco, Água Doce do Norte e Ecoporanga

No último sábado, 11/072020, policiais de Barra de São Francisco avistaram uma motocicleta NXR 160 BROS estacionada de maneira irregular e ao realizar as...

Leia também

Polícia Federal realiza operação em Minas e Espírito Santo para combater crimes envolvendo o Poder Judiciário

A Polícia Federal (PF) realiza, nesta terça-feira (24), a Operação Iniquidade para combater crimes como peculato, corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa,...

INDICADORES: Terça-feira (24) começa com alta no boi gordo em SP

A cotação da arroba do boi gordo começou a terça-feira (24) com alta de 0,92% no preço e o produto é negociado a R$...

INDICADORES: Café em alta nesta terça (24)

A saca de 60 quilos do café arábica começou a terça-feira (24) com alta de 0,27% no preço e é vendida a R$ 580,88...

Caixa Econômica oferece parcelamento de crédito imobiliário a clientes

Os clientes que apresentam dificuldade para pagar integralmente a prestação de crédito imobiliário neste momento, poderão fazer, por um período, o pagamento de parte...