“Inaceitável fazer tanta confusão sobre números de óbitos pela Covid-19”, diz governador do ES

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), comentou nesta segunda-feira (8) as mudanças feitas pelo Ministério da Saúde na publicação de seu balanço da pandemia do coronavírus.

Segundo Casagrande, é “inaceitável o Governo Federal criar tanta confusão sobre número de óbitos pela Covid 19”.

O governador ainda disse que falta coordenação nacional e que o presidente Jair Bolsonaro dá exemplo ruim em manifestações.

Mudança da divulgação

Em resposta à decisão do governo de restringir o acesso a dados sobre a pandemia de Covid-19, os veículos G1, O Globo, Extra, O Estado de S.Paulo, Folha de S.Paulo e UOL decidiram formar uma parceria  e trabalhar de forma colaborativa para buscar as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal.

Em uma iniciativa inédita, equipes de todos os veículos vão dividir tarefas e compartilhar as informações obtidas para que os brasileiros possam saber como está a evolução e o total de óbitos provocados pela Covid-19, além dos números consolidados de casos testados e com resultado positivo para o novo coronavírus. O balanço diário será fechado às 20h.

Mudanças feitas pelo Ministério da Saúde na publicação de seu balanço da pandemia reduziram a quantidade e a qualidade dos dados. Primeiro, o horário de divulgação, que era às 17h na gestão do ministro Luiz Henrique Mandetta (até 17 de abril), passou para as 19h e depois para as 22h. Isso dificulta ou inviabiliza a publicação dos dados em telejornais e veículos impressos. “Acabou matéria no Jornal Nacional”, disse o presidente Jair Bolsonaro, em tom de deboche, ao comentar a mudança.

A segunda alteração foi de caráter qualitativo. O portal no qual o ministério divulga o número de mortos e contaminados foi retirado do ar na noite da última quinta-feira (4). Quando retornou, depois de mais de 19 horas, passou a apresentar apenas informações sobre os casos “novos”, ou seja, registrados no próprio dia. Desapareceram os números consolidados e o histórico da doença desde o seu começo. Também foram eliminados do site os links para downloads de dados em formato de tabela, essenciais para análises de pesquisadores e jornalistas, e que alimentavam outras iniciativas de divulgação.

Entre os itens que deixaram de ser publicados estão: curva de casos novos por data de notificação e por semana epidemiológica; casos acumulados por data de notificação e por semana epidemiológica; mortes por data de notificação e por semana epidemiológica; e óbitos acumulados por data de notificação e por semana epidemiológica.

Neste domingo (7), o governo anunciou que voltaria a informar seus balanços sobre a doença. Mas mostrou números conflitantes, divulgados no intervalo de poucas horas.

Em razão dessas omissões, a parceria entre os veículos de comunicação vai coletar os números diretamente nas secretarias estaduais de Saúde. Cada órgão de imprensa divulgará o resultado desse acompanhamento em seus respectivos canais. O grupo vai chamar a atenção do público se não houver transparência e regularidade na divulgação dos dados pelos estados.

G1/ES

Leia mais

Mais de 2 mil pessoas recebem as chaves da casa própria no Maranhão

O investimento total do Governo Federal no Residencial Jardim de Aulídia é de R$ 165,5 milhões. Foto: MDR O sonho da casa própria se tornou...

Rotas turísticas estratégicas do Brasil passam por diagnóstico

Chapada dos Veadeiros é uma das rotas turísticas estratégicas do Brasil Foto: Agência Brasil Começou o mapeamento e diagnóstico de 30 rotas turísticas estratégicas do...

Capixaba faz coleção de ‘santinhos’ de eleições há 24 anos

Quase todos os candidatos que já disputaram as eleições municipais dos últimos 24 anos em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo, estão...

Leia também

Turista mineiro desaparece após entrar no mar da Praia do Morro em Guarapari

Turista mineiro desapareceu após mergulhar no mar da...

Mulher atropela e mata marido após discussão em Linhares

Ela foi encaminhada para o hospital em estado de choque. Homem morreu no local. Bombeiros tentaram resgatar homem mas ele não resistiu e morreu no...

Campanha novembro azul: Agência Sicoob de Ecoporanga está oferecendo exames gratuitos para homens acima de 45 anos

O mês de novembro “Novembro Azul”, é totalmente dedicado à saúde dos homens. Por isso a Agência Sicoob de Ecoporanga está oferecendo exames gratuitos...

Campanha novembro azul: Agência Sicoob de Ecoporanga está oferecendo exames grátis para homens acima de 45 anos

O mês de novembro “Novembro Azul”, é totalmente dedicado à saúde dos homens. Por isso a Agência Sicoob de Ecoporanga está oferecendo exames gratuitos...