Iema orienta Estado de Minas Gerais sobre Gestão da Qualidade do Ar

A Coordenação de Qualidade do Ar, Áreas Contaminadas e Informações Ambientais (CQAI) do Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema) está realizando uma orientação técnica sobre a gestão da qualidade do ar para a Fundação Estadual de Meio Ambiente (Feam) de Minas Gerais.

Na última semana, os técnicos da CQAI, Alex Barcellos e Douglas Lougon, participaram de uma reunião com representantes da Feam-MG, na qual apresentaram como foi o processo de construção da ferramenta para divulgação horária do Índice de Qualidade do Ar (IQAr) no Iema, e como está sendo feita a integração desta ferramenta com a plataforma nacional de divulgação de dados sobre a gestão da qualidade do ar.

A plataforma nacional está sendo desenvolvida pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) e tem como objetivo integrar e disponibilizar dados de qualidade do ar para todo Brasil. O Estado do Espírito Santo foi o primeiro a integrar tal plataforma. “Como temos a expertise, fomos procurados pela Feam para passar esse conhecimento, já que o Estado foi pioneiro na ação”, explicou o coordenador do CQAI, Alex Barcellos.

O coordenador ressaltou ainda a importância da continuidade do intercâmbio de informações. “Essa foi uma primeira reunião, mas a ideia é desenvolver um trabalho de suporte com a Fundação, até que eles consigam fazer essa integração com a plataforma do Ministério. E também nos colocamos à disposição para avançarmos nas discussões sobre a gestão da qualidade do ar”, afirmou Barcellos.

Para a gerente de Monitoramento da Qualidade do Ar e Emissões da Feam-MG, Priscila Cristina Pizano, os órgãos de meio ambiente vivenciam dificuldades e desafios semelhantes devendo buscar auxílio mútuo. “Nós da Fundação parabenizamos e agradecemos à equipe do CQAI do Iema pela disponibilidade e esforço em nos auxiliar e impulsionar para vencer o desafio de concluir a interligação do nosso banco de dados com a plataforma do MMA”, pontuou.

 

 

Leia mais

Leia também