Idoso morto por Covid-19 é sepultado em cova alagada no ES

Um idoso de 83 anos foi sepultado em uma cova alagada no Cemitério Municipal da Ponta da Fruta, em Vila Velha, na Grande Vitória. O caso aconteceu na manhã desta terça-feira (11).

Ivo de Assis Monteiro, de 83 anos, ficou 30 dias internado por causa da Covid-19, e morreu nesta segunda (10) pela manhã. Por causa dos protocolos contra a doença, o idoso não teve velório e teve que ser sepultado rápido.

No entanto, ao chegar na cova, a família percebeu que a cova estava alagada e o caixão foi deixado na água.

“A gente está numa fase onde não pode velar um corpo, não podemos ver a pessoa morta por causa da Covid. E na hora de enterrar essas pessoas, em um serviço do nosso município, temos que colocar essa pessoa dentro da água. A gente não pode intervir porque tem um protocolo, esse caixão não pode ficar exposto muito tempo, não podemos reunir a família inteira, e no final tempos que passar por esse descaso, essa vergonha, essa afronta”, desabafou Felipe Lopes, casado com uma neta do idoso.

Risco de contaminação

A virologista Liliana Spano explicou que, em casos como esse, há a possibilidade de contaminação da água e do ambiente.

“Existe a possibilidade, sim, de contaminação da água, porque precisa ser analisado o risco para o ambiente”.

Prefeitura de Vila Velha

A Prefeitura de Vila Velha declarou, por meio de nota, que a família havia sido informada sobre a situação. De acordo com a prefeitura, a água permaneceu no solo por causa das chuvas que atingiram a região ao longo de toda a semana.

A prefeitura informou ainda que técnicos estarão indo ao local para verificar como melhorar a situação.

Apesar de a prefeitura dizer que a família foi avisada, eles negam e dizem ter se sentido constrangidos.

Informações: G1


Leia mais

Leia também