Idaf e Polícia Ambiental identificam desmatamento irregular em Fundão

O Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) e a Polícia Militar Ambiental identificaram, nessa terça-feira (1º), o desmatamento irregular de uma área de quatro hectares de vegetação nativa em estágio médio de regeneração, na região de Praia Grande, em Fundão.

De acordo com a equipe técnica do Idaf, que realizou a fiscalização, o responsável será autuado. A área foi embargada para recuperação florestal, não podendo ser utilizada para nenhuma outra atividade.

Supressão de vegetação

O Idaf é o órgão responsável pela execução da política florestal no estado. Cabe ao Instituto, portanto, autorizar ou não a supressão de vegetação nativa.

O Código Florestal Brasileiro é responsável por dispor as regras para proteção da vegetação nativa, definindo o que é passível de supressão, sendo o Idaf o executor da referida legislação em âmbito estadual.

Texto: Francine Castro

 

Leia mais

Leia também