Idaf: áreas são embargadas em Rio Novo do Sul por desmatamento

O Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) e a Polícia Militar Ambiental identificaram, em uma ação conjunta, o desmatamento irregular de cerca de 3,3 hectares de vegetação nativa em três propriedades localizadas em Couro dos Monos, Zona Rural de Rio Novo do Sul. 

Na ação, foram lavrados seis autos de infração por desmatamento em área de reserva legal e de preservação permanente, supressão de sub-bosque e desrespeito ao embargo.

De acordo com o gerente local do Idaf de Rio Novo do Sul, Robson Contaefer Moreli, o Idaf identificou que um dos proprietários contratou equipamento de grande porte para desmatar uma área de reserva legal, o que é agravante. “Foram detectadas infrações graves. Todos os proprietários foram multados e as áreas embargadas para recuperação da vegetação”, conta Moreli. 

O Idaf recebe denúncias por meio do Disque-Denúncia 181, que pode ser realizada de forma anônima.

 

Texto: Rafaely Lyra

 

Leia mais

Leia também